Brasileirão Série A

4ª rodada do Brasileirão 2018: Líder Flamengo e tenso Vasco vivem dias importantes; leia análise e prognóstico

Flamengo
Foto: Staff Images/Flamengo

Enquanto o Fla busca paz com a sua torcida, o Gigante da Colina entra em campo com a missão de deixar para trás o desastroso momento na Libertadores                       

O futebol carioca é mesmo uma fábrica de histórias curiosas. O jeito despojado e às vezes pouco profissional de certos dirigentes do Rio de Janeiro permite que o Brasileirão seja mesmo uma competição das mais inusitadas por conta de tantos altos e baixos que as equipes atravessam em um espaço de tempo tão curto. Um grande exemplo é o Flamengo: em pé de guerra com a sua torcida, que não cansa de hostilizar cartolas e jogadores, o time entra em campo simplesmente na liderança da competição. O Vasco, que se esforçava e mantinha uma digna campanha que permitia deixar a equipe na nona colocação, agora precisa apagar o trauma da derrota por 4×0 para o Cruzeiro pela Libertadores da América em pleno São Januário. É começo de campeonato. Mas não dá para dizer que não seja hora de decisão para a poderosa dupla carioca.

Vasco tenta ‘virar a chave’

O Gigante da Colina volta a campo neste sábado (5), às 19h (de Brasília), enfrentando um adversário acessível, o América-MG, em uma condição que deveria ser favorável, mas que coloca uma dúvida na mente de todos. Ainda está bem fresca na memória a briga entre a torcida e a polícia em São Januário depois do 4×0 sofrido diante do Cruzeiro na última quarta, e o time sabe que só com muito afinco vai conseguir recuperar o bom ambiente de trabalho.

O técnico Zé Ricardo reconhece que não pode entrar em desespero, e que dois atletas que estavam parados por lesão já encaminham bem as suas recuperações. O primeiro deles é o meia Giovanni Augusto, que deve somar minutos em campo em breve. O lateral-esquerdo Ramón, que machucou com gravidade o joelho no ano passado, é outro que deve reaparecer ainda neste mês.

Quem está confirmado para retornar já neste sábado é o meia Wagner, que não pôde jogar contra o Cruzeiro por conta de uma forte gripe.

É essencial que o Vasco entenda que precisa atacar o América-MG e fazer um gol logo no começo. Caso isso não ocorra, é bem provável que a derrota para o Cruzeiro ainda deixe a torcida bastante irritada e que o time sofra com isso em campo. O esforçado América, porém, exige cuidado: está com seis pontos até aqui e ocupa uma surpreendente segunda colocação no campeonato.

Palpite? Uma vitória apertada do Vasco por 2×1 faz mais sentido, mediante a necessidade de “virar a chave” depois da acachapante goleada sofrida na Libertadores.

Fla tenta fazer em casa o que faz fora

Badalado como um dos elencos mais recheados de craques do Brasil, o Flamengo vive uma situação curiosa: está jogando melhor fora de casa do que diante da sua torcida. E uma ótima maneira de reverter esta tendência está diante do clube às 16h (de Brasília) deste domingo (6), quando o Rubro-Negro recebe o Internacional no Maracanã.

Líder deste Brasileiro com sete pontos conquistados em três rodadas, o Fla vem de duas vitórias como visitante, um 3×0 sobre o Ceará e um 1×0 sobre a Ponte Preta na Copa do Brasil. Há também um triunfo recente como mandante, um 2×0 sobre o América-MG, mas a sensação que se tem é de que uma paz com a sua nação seria extremamente bem-vinda para diminuir a irritação dos fanáticos com um elenco que segue muito questionado e com uma diretoria que segue perdida na missão de encontrar um novo técnico para a equipe.

Quem deve voltar à equipe é o peruano Guerrero, que está enfim liberado da sua punição por doping. Ele, porém, deve ficar no banco de reservas, sendo um substituto para Henrique Dourado, que segue dando conta do recado e comprovando a capacidade que já havia oferecido ao Fluminense nas campanhas passadas.

Outra boa notícia ao Rubro-Negro é que a Libertadores ainda está distante. O clube só volta a campo pela competição continental no dia 16, então é possível concentrar esforços e brigar para manter esta ponta no Brasileirão.

O Inter também vai entrar em campo pressionado. Com só quatro pontos nas três rodadas, a equipe do técnico Odair Hellmann não vai contar com Edenílson e tem uma dúvida na participação ou não do meio-campista Rodrigo Dourado, que se recupera de uma pancada. O time escalado nos últimos treinos foi o seguinte: Danilo Fernandes; Fabiano, Moledo, Cuesta e Iago; Gabriel Dias, Fabinho, Pottker, D’Alessandro e Patrick; Leandro Damião seria o atacante de ofício.

Palpite? Não há condição mais favorável que esta para o Flamengo buscar a sua vitória. Um triunfo por 2×0 ou 2×1 faz bastante sentido neste domingo no Maracanã. O time está motivado para provar que merece a confiança de todos.

Jogos da 4ª rodada do Campeonato Brasileiro 2018

Sábado, 5 de maio

  • 19:00 – Vasco x América-MG – Palpite: Vasco
  • 19:00 – São Paulo x Atlético-MG – Palpite: São Paulo

Domingo, 6 de maio

  • 11:00 – Corinthians x Ceará – Palpite: Corinthians
  • 16:00 – Flamengo x Internacional – Palpite: Flamengo
  • 16:00 – Cruzeiro x Botafogo – Palpite: Cruzeiro
  • 16:00 – Atlético-PR x Palmeiras – Palpite: Empate
  • 16:00 – Vitória x Fluminense – Palpite: Fluminense
  • 19:00 – Sport x Bahia – Palpite: Empate
  • 19:00 – Grêmio x Santos – Palpite: Grêmio

Segunda-feira, 7 de maio

  • 20:00 – Chapecoense x Paraná – Palpite: Chape

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.