Futebol Europeu

Vai começar o Campeonato Belga de 2017/18!

Foto: Dean Mouhtaropoulos/Getty Images

Realizado desde 1895/96, o charmoso Campeonato Belga é mais um torneio que se inicia na temporada 2017/18. O atual campeão em curso Anderlecht, e o vencedor de 2015/16 Club Brugge, dispõem dos elencos mais capazes de faturar o título nacional. A temporada do país também tem sua copa e supercopa. Confira abaixo.

 

Regulamento

Diferentemente de outros países, o Campeonato Belga da primeira divisão não é disputado em turno e returno. Temos uma temporada regular onde os dezesseis participantes se enfrentam duas vezes totalizando 30 rodadas. Os seis melhores se classificam para o hexagonal pelo título que acontece em turno e returno. Para esta fase final, as equipes levam metade dos pontos conquistados na etapa inicial. O último colocado da primeira fase é rebaixado. Para este ano, o Westerlo desceu e deu lugar ao tradicional Antwerp na elite.

 

Favoritos

O Anderlecht tem ligeiro favoritismo sobre o Club Brugge e é o mais cotado para faturar o bicampeonato. Correm por fora Gent e Genk.

Apesar de ser o atual campeão da Copa da Bélgica, o Zullte-Waregem terá que lutar para concorrer na fase final com Oostende, Standard Liège e Charleroi.

Mechelen, Royal Antwerp, St. Truiden e Kortrijk devem ficar numa zona tranquila.

Lutam contra o rebaixamento: Lokeren, Eupen, Waasland-Beveren e Mouscron.

 

Palpite:

Vejo o Anderlecht com um plantel mais recheado de opções mas acho que o Club Brugge, Gent e o Zulte-Waregem foram ao mercado buscar bons reforços. Acredito que os roxos repetirão 2016/17 e terminarão com a medalha de ouro.

 

Competições europeias

Nono melhor certame nacional conforme o ranking da UEFA, a Bélgica classifica seu campeão, o Anderlecht, diretamente à fase de grupos da Champions League. O Club Brugge precisa passar por dois mata-matas se quiser chegar lá. Seu primeiro rival é o Basaksehir, da Turquia.

Na Liga Europa, dois representantes do país dos waffles e mexilhões começam da terceira rodada. O Gent encara o austríaco Rheindorf Altach e o Oostende pega o tradicional Marselha francês. O Zulte Waregem joga a fase de grupos.

 

Copa da Bélgica

A Copa da Bélgica é aberta a todas as agremiações que praticam futebol na nação. Um total de 312 se inscreveram na edição de 2017/18, que já começou com as fases preliminares, envolvendo times provincianos e amadores.

Na quinta fase preliminar, agendada para o final de agosto, entram em campo os oito integrantes da segunda divisão.

Na etapa seguinte, as 16as de final, estreiam os 16 clubes da elite.

 

Idas e vindas para a temporada

A Bélgica é um pequeno país espremido entre Alemanha, França, Holanda e Luxemburgo. Não dispõe de tanto dinheiro para o velho esporte bretão como seus vizinhos. Por isso, as contratações são modestas e a formação de novos talentos precisa ser trabalhada continuamente. Como as revelações só serão conhecidas com o andar da temporada, vamos ver como os principais favoritos ao título se reforçaram.

O Anderlecht perdeu o congolês N’Sakala e o brasileiro Rafael Galhardo. As principais chegadas são de Sven Kims (Watford), Pieter Gerkens (Sint Truiden), o sérvio Uros Spajic (Toulouse), Matz Sels (Newcastle), Massimo Bruno (Rasenballsport Leipzig), Isaac Thelin (Bordeaux), o polonês Lukasz Teodorcyzk (Dínamo de Kiev) e o paraguaio Gianlucca Fatecha (que estava no Olimpia).

O Club Brugges demitiu o ídolo e agora ex-técnico Michel Pred’Homme e contratou o croata Ivan Leko para a função. Da América do Sul, chega o colombiano Germán Mera, que estava no Deportivo Cáli. O brasileiro Claudemir se foi para o Al Ahli, da Arábia Saudita. Também desembarcaram em Bruges: Jérémy Perbet (Gent), o australiano Riley McGree (Adelaide United), Guilhaume Hubert (Standard Liège), Elton Acolatse (Westerlo) e o nigeriano Emmanuel Dennisi (Zorya, da Ucrânia).

O Zulte-Waregem, que tenta o bicampeonato copeiro, vendeu Luca Marrone, Lukas Lerager e Henrik Dalsgaard. Em contrapartida, trouxe quatro estrangeiros: o nigeriano Peter Olaying (Gent), o sérvio Ivan Saponijc (Benfica), o israelense Ben Reichert (Hapoel Tel Aviv) e o holandês Sandy Walsh (Genk).

Correndo por fora, temos o Gent, que tem cinco novidades: o colombiano Deiver Machado (Millonarios), o sérvio Marko Pletanovic (Estrela Vermelha), o senegalês Mamadou Sylla (do Español), o croata Franko Andrijasevic (Rijeka) e o panamenho Ricardo Ávila (Chorrillo).

Outro azarão é o Genk, que perdeu o australiano Mathew Ryan para o Valencia, mas trouxe da terra dos Cangurus Danny Vukovic, que estava no Sydney FC. Outro reforço é Manuel Benson, ex-Lierse.

 

Supercopa Belga inaugurou temporada e árbitro de vídeo

A Supercopa Belga teve pela primeira vez o árbitro de vídeo no futebol do país. E ele foi necessário. Logo aos 2’, Davy de Fauw marcou 1 a 0 para o Zulte-Waregem, campeão da Copa da Bélgica de 2016/17. O gol de empate do Anderlecht, vencedor da liga passada, veio logo no começo da segunda etapa numa falha bisonha do goleiro Louis Bostyn. Ao tentar evitar um escanteio, ele deixou a bola escapar para os pés de Sofiane Hanni, que não perdoou. Alegando que estava de posse da bola, o árbitro de vídeo conferiu o replay mas validou o tento. Alguns minutos depois, Adrien Trebel, de cabeça, virou o placar para os da capital, que ficaram com a taça.

  

Jogos da 1ª rodada do Campeonato Belga:

Sexta-feira, 28 de julho:

  • 15h30: Antwerp x Anderlecht

Sábado, 29 de julho:

  • 13h00: Lokeren x Club Brugge
  • 15h00: Eupen x Zulte-Waregem
  • 15h00: Genk x Waasland-Beveren
  • 15h30: Charleroi x Kortrijk

Domingo, 30 de julho:

  • 09h30: Mechelen x Standard Liège
  • 13h00: Truiden x Gent
  • 15h00: Oostende x Mouscron

 

Campeões das últimas dez edições:

 

  • 2007/08 – Standard Liège
  • 2008/09 – Standard Liège
  • 2009/10 – Anderlecht
  • 2010/11 – Genk
  • 2011/12 – Anderlecht
  • 2012/13 – Anderlecht
  • 2013/14 – Anderlecht
  • 2014/15 – Gent
  • 2015/16 – Club Brugge
  • 2016/17 – Anderlecht

  

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar