Brasileirão Feminino

Santos vence Flamengo pelo Brasileirão Feminino; confira os resultados da 11ª rodada!

Foto: ALÊ CABRAL/ALLSPORTS

Rodada foi generosa para quem atuou fora de casa.

Até o momento, apenas Corinthians, Iranduba, Rio Preto e Santos já têm suas presenças confirmadas nas quartas de final. Restam quatro vagas em aberto. Fata também conhecermos os dois rebaixados.

 

Iranduba conquistou o triunfo pela décima vez

Kamilla marcou o gol que deu ao Hulk os três pontos contra o Grêmio, no Sul. Apesar de ter superado um adversário que luta contra o descenso, o primeiro tempo foi todo gremista. A atacante Karina perdeu dois gols feitos que poderiam ter mudado a história do embate. Mal havia começado o segundo, saiu o gol amazonense. Tati chegou a balançar a rede do Iranduba mas estava em posição de impedimento.

 

Santos venceu o Flamengo

Na terça-feira, as Sereias da Vila bateram as Meninas da Gávea por 2 a 1. Os gols santistas foram anotados por Sole e Ketlen. Ambos foram de pênalti. O placar foi de virada já que as cariocas abriram o placar. Bárbara aproveitou um cruzamento na área. A zaga paulista não cortou e ela só completou para o gol.

 

Sport definitivamente na briga

Com tentos de Soraya e Johanna, este último olímpico, as leoas retornaram de São Francisco do Conde com os três pontos do êxito sobre o São Francisco. O resultado colocou as rubro-negras na briga com o Kindermann pelo G-4. Ambos somam 14 pontos.

 

Corinthians no retrovisor do Iranduba

O Timão não deixará o Iranduba fugir. Ficará colocado atrás das amazonenses e torcerá para que elas tropecem para assumir a ponta do grupo 1. Ontem, no José Liberatti, o Corinthians goleou o Audax por 5 a 1. Foi uma batalha de compadres já que as jogadoras corintianas pertencem na verdade aos audaciosos. O clube empresa é representado pelo seu time “B”.

 

Ponte Preta surpreendeu em Araraquara

Mesmo diante do bom quadro da Locomotiva, a Ponte Preta se saiu bem durante os 90 minutos e conseguiu os três pontos, graças a um gol de Kerolin Nicoli. A briga pelo quarto e último bilhete para o mata-mata está acirradíssima. Ferroviária (14 pontos), São José (14), Foz Cataratas (13) e Ponte Preta (10).

 

São José segurou o líder

Atuando diante de sua torcida, o São José sentiu desde cedo que seu quadro era inferior ao do líder Rio Preto. Os visitantes envolveram desde o início sua presa e o gol era questão de tempo. Os locais se defendiam e não era perigosos nos contra-ataques. Mesmo assim, o gol dos visitantes só saiu a oito minutos do apito final. A derrota parecia iminente até que num lançamento na área, a bola achou Franciele que disparou um petardo rasteiro.

 

Vitória-BA praticamente rebaixado

No Barradão, Vitória-BA e Foz Cataratas empataram numa peleja bem movimentada em dois gols. O resultado custou às paraenses um lugar no G-4. As baianas, estão em situação delicadíssima no certame e já dão como certo o descenso. As rubro-negros só escaparão da segundona se vencerem os três compromissos que lhe restam e ainda secar para que a Ponte Preta não marque nenhum ponto.

 

Rodada termina sábado

Às 15h00 de amanhã, o Kindermann darás as boas-vindas ao Vitória-PE em Caçador. Os locais lutam com o Sport pela quarta posição do grupo 1, o que lhe valerá um passaporte para a segunda fase. Enquanto isso, os pernambucanos estão desesperados. O descenso parece iminente. Caso pinte a zebra e consigam os três pontos, deixarão o Z-1 para o Grêmio.

    

Começou a segundona

Anteontem, às 15h00, no estádio Baetão, em São Bernardo do Campo, Centro Olímpico e Portuguesa disputaram a primeira peleja da história do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino da Série A-2. O enfrentamento entre duas agremiações paulistas terminou empatado em um gol e foi válido pelo grupo 2, que tem ainda Caucaia, UDA, Aliança, CRESSPOM, Botafogo-PB e América-MG. No chave 1 temos Náutico, Tiradentes, Mixto, Tuna Luso, Viana, Pinheirense, Lideral e Duque de Caxias.

Após turno e returno dentro dos octogonais, os dois melhores de cada se enfrentam nas semifinais em ida e volta. A final também terá 180 minutos. Campeão e vice entrarão no elevador que os levará à elite de 2018.

 

Reynaldo Buzzoni: “futebol feminino é caminho sem volta”

Durante um congresso realizado esta semana na CBF, muitos questionaram a obrigatoriedade da CONMEBOL em exigir que os clubes de futebol masculino tenham equipes femininas. Segundo o dirigente Reynaldo Buzzoni, até 2019, quem quiser disputar a Taça Libertadores terá que ter o naipe feminino. Posteriormente a esta data, haverá novas exigências por parte da entidade sul-americana e da própria CBF: “parcerias como as do Flamengo com a Marinha e do Coritiba com o Foz Cataratas não serão mais permitidas. Não basta dar as camisas. Será preciso montar toda a estrutura. É um caminho sem volta”.

 

Mundial Interclubes descartado

Ao ser perguntado, o Congresso Técnico da FIFA descartou a criação do Mundial Interclubes neste momento. Para a entidade, a Champions League é a competição mais forte existente e a Libertadores também acontece. Falta desenvolver a modalidade nas outras confederações.

 

Jogos da 11ª rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino:

Terça-feira 09 de maio:

  • Santos 2×1 Flamengo

Quarta-feira, 10 de maio:

  • Ferroviária 0x1 Ponte Preta

Quinta-feira, 11 de maio:

  • São Francisco 0x2 Sport
  • Vitória-BA 2×2 Foz Cataratas
  • São José 1×1 Rio Preto
  • Audax 1×5 Corinthians
  • Grêmio 0x1 Iranduba

Sábado, 13 de maio:

  • 15h00: Kindermann x Vitória-PE

 

Classificação do Brasileirão Feminino 2017:

Grupo 1:

  1. Iranduba – 30 – Quartas de final
  2. Corinthians – 28 – Quartas de final
  3. Audax – 20
  4. Kindermann – 14
  5. Sport – 14
  6. São Francisco – 7
  7. Grêmio – 4
  8. Vitória-PE – 2

Grupo 2:

  1. Rio Preto – 28 – Quartas de final
  2. Santos – 28 – Quartas de final
  3. Flamengo – 18
  4. Ferroviária – 14
  5. São José – 14
  6. Foz Cataratas – 13
  7. Ponte Preta – 10
  8. Vitória-BA – 2

Legenda: Verde: Quartas de final (já classificado) | Azul: Quartas de final (zona) | Vermelho: Rebaixamento

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.