Copa do Brasil

Rivalidades regionais apimentam quarta fase da Copa do Brasil

Foto: Friedemann Vogel/Getty Images

Internacional recebe o Corinthians no Beira-Rio e São Paulo e Cruzeiro se enfrentam no Morumbi; Sport e Vitória fazem confrontos relativamente fáceis contra Joinville e Paraná; Goiás e Fluminense medem forças no Serra Dourada

À medida que a Copa do Brasil vai se afunilando, é inevitável o encontro de grandes forças do futebol brasileiro. E é isso que veremos já nesta semana (12 e 13 de abril), com a abertura da quarta fase da competição. Dos cinco jogos em questão, dois embates, recheados de rivalidade, seja por importantes decisões no passado, ou por diversas polêmicas, prometem fortes emoções: Internacional x Corinthians e Cruzeiro x São Paulo.

 

Internacional x Corinthians

Não haveria pior hora para Internacional e Corinthians se enfrentarem, certo? Se já não bastasse a rivalidade entre as equipes, que desde 2005, com o pênalti não marcado em cima do então colorado Tinga durante o Brasileirão e o famoso caso do DVD gaúcho após a decisão da Copa do Brasil de 2009, os clubes seguem em troca de farpas sobre a troca – que não deu certo – envolvendo Giovanni Augusto e Valdívia.

Quem está certo ou errado não interessa aqui, mas o que se sabe é que tudo isso apimentou ainda mais o confronto desta quarta, no Beira-Rio (às 21h45). Do lado do Timão, Jadson e Jô serão poupados por desgaste físico. Já no Inter, que vê o jogo com cara de final, D’Alessandro é a principal aposta para tentar furar a sólida defesa paulista.

Palpite: o jogo é em Porto Alegre e o Inter arranca como favorito diante de mais de 30 mil colorados, mas o Corinthians sabe como se comportar fora de casa. E até por causa disso, um empate com gols é o resultado mais provável.

 

São Paulo x Cruzeiro

Outro embate de respeito é São Paulo x Cruzeiro, que inclusive já fizeram final de Copa do Brasil. Se você não se lembra, a Raposa alcançou o tricampeonato diante do Tricolor em 2000. Mas quando falamos em números gerais, o retrospecto é favorável aos paulistas, que venceram 38 vezes em 78 partidas. Já quando o assunto é mata-mata, as estatísticas jogam a favor dos mineiros, que bateram os rivais em seis oportunidades: destaque para o título da Copa Ouro em 1995, Copa do Brasil de 2000 e as vitórias nas Libertadores de 2009 e 2015. Porém, sofreram importantes duas derrotas: final da Recopa Sul-Americana de 1993 e Libertadores de 2010.

A partida coloca frente a frente a máquina de fazer gols chamada São Paulo, com 41 gols na temporada, contra um Cruzeiro que vive grande fase, invicto em 2017. São 20 jogos de invencibilidade somando a Copa do Brasil, Primeira Liga, Copa Sul-Americana e Mineiro, sendo 16 vitórias e quatro empates.

Palpite: o São Paulo vem de uma goleada implacável sobre o Linense por 5 a 0 no Morumbi e está com a confiança lá em cima para ganhar mais uma partida sob os olhares de sua torcida. Mas do outro lado está o poderoso Cruzeiro, de Mano Menezes, que pode surpreender os são-paulinos. E é por aí que vou, uma vitória celeste em São Paulo, com as duas equipes balançando as redes.

 

Sport x Joinville

Com força máxima, o Sport entra em campo nesta quarta-feira, às 21h45, em Recife, tentando fazer o resultado contra o Joinville em seus domínios. O rubro-negro busca repetir o a atuação da semana passada na Copa Sul-Americana, quando goleou o Danúbio-URU, por 3 a 0, na Ilha do Retiro. Para isso se repetir, o técnico Ney Franco aposta em Diego Souza, que vive fase espetacular e nome frequente na Seleção Brasileira.

Palpite: a diferença técnica entre o Sport, que está na elite do futebol canarinho, e o Joinville, rebaixado para a terceira divisão, deve ser evidenciada dentro de campo. Assim, vitória dos pernambucanos, em partida com mais de três gols, é a sugestão da vez.

 

Vitória x Paraná

Embalado pela campanha perfeita no Baiano – 10 vitórias em 10 jogos – e semifinalista da Copa do Nordeste, o Vitória recebe o Paraná, já eliminado no Paranaense. E o favoritismo é todo do Leão, que conta com a melhor campanha do futebol brasileiro: aproveitamento de quase 90% no ano, contra 86% do Cruzeiro.

Palpite: o poderio rubro-negro irá prevalecer no Barradão e deve colocar os paranaenses em maus lençóis. Vitória baiana por dois gols de diferença, dando um grande passo para as oitavas da competição, é uma boa.

 

Goiás x Fluminense

O Fluminense pagou o preço no último fim de semana por colocar um time alternativo na semifinal da Taça Rio. Resultado disso, derrota por 3 a 1 para o Botafogo e eliminação no segundo turno do estadual. Mas não pense que isso tirou o sono de Abel Braga, que como planejado, terá força máxima para o duelo com o Goiás. Garantido na semifinal do Carioca após ser campeão da Taça Guanabara, o Flu foca momentaneamente suas forças no mata-mata nacional.

Palpite: gol! É o que o Tricolor Carioca espera fazer no jogo de ida, que será nesta quinta, às 21h30, no Serra Dourada. Para isso, o Flu aposta na boa fase do atacante Henrique Ceifador, que até agora anotou dez gols na temporada. Já do outro lado, o Goiás, classificado para a semi do estadual, na qual terá o Atlético-GO pela frente, quer jogar de igual para a igual contra os cariocas. Assim, conta com os retornos de Léo Gamacho e Tiago Luís. Apesar da disposição pela vitória dos dois clubes, a partida deve ter o resultado de empate com gols.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.