Ganhador.com

Tênis

Rafael Nadal e Karolina Plisková são os favoritos no Masters 1.000 de Cincinnati

Fotos: Chris Hyde/Getty Images; Montagem do Ganhador.com

Competição é qualificada como ATP 1.000 e WTA Premier.

Cincinnati é o último ATP 1.000 antes do US Open, último Grand Slam da temporada. Rafael Nadal e Karolina Plisková surgem como favoritos a conquistar este título. Para o Brasil, vale destacar a participação e Bia Maia, que furou a fase preliminar.

 

Histórico

O primeiro Aberto de Cincinnati aconteceu em 1899 e o campeão foi o norte-americano Nat Emerson. O atual vencedor é Marin Cilic, que bateu Andy Murray na final de 2016 por 6/4 e 7/5.

Roger Federer já prevaleceu aqui sete vezes, contra duas de Andy Murray e uma de Rafael Nadal.

As mulheres começaram a competir no mesmo ano dos homens. A primeira vencedora foi Myrtie McAteer, dos Estados Unidos. A checa Karolina Plisková é a atual campeã. Das tenistas atuais, Serena Williams tem duas taças e Maria Sharapova uma.

O Brasileiro Marcelo Melo é o atual campeão de duplas masculinos, junto com o croata Ivan Dodig.

 

O local das partidas

O Lindner Family Tennis Center está localizado na cidade de Mason, Ohio. É a sede do Western & Southern Open, nome oficial do Aberto de Cincinnati. Além dos palcos dos Grand Slams, é o único complexo de tênis do circuito mundial com mais de dois estádios permanentes. A quadra central tem arquibancadas para 11.435 pessoas, na quadra grande cabem cinco mil pessoas, a quadra três comporta quatro mil e a quadra nove, duas mil.

 

Bia Maia classificada

Na primeira rodada do qualifying, a brasileira Bia Maia, número um do país, derrotou a romena Ana Bogdan por 2 sets a 0 (parciais de 6/3 e 6/1).

Na segunda, nossa representante bateu a russa Ekaterina Alexandrova, 88º do ranking mundial, por 6/3 e 7/6 (7/3) num embate muito equilibrado.

A paulista se mantém numa ascensão fulminante, o que já pode ser considerado o melhor ano de sua carreira. Ela chegou aos Estados Unidos em 77º lugar do ranking da WTA. É bom lembrar que ela se recuperou de ter quebrado três costelas paga ganhar mais de cem posições em menos de seis meses. Participou de Roland Garros pela primeira vez este ano e se tornou a primeira brasileira a vencer em Wimbledon desde 1989.

Sua principal característica é a força física, principalmente sua canhota. Ela mede 1m85 e é a terceira mais alta do circuito mundial.

Não haverá brasileiros competindo no simples masculino.

 

Abram o olho com Elina Svitolina

A ucraniana Elina Svitolina, quinta cabeça-de-chave conquistou no fim de semana o WTA Premier do Canadá. Ela bateu a dinamarquesa Caroline Wozniacki na decisão por 6/4 e 6/0. Mais do que o troféu, seu desempenho foi excelente, tendo batido fortes concorrentes ao título de Cincinnati e, principalmente, do US Open. Garbiñe Muguruza, Simona Halep e Venus Williams foram suas rivais.

A checa Karolina Plisková, isenta da primeira rodada, estreia em Cincinnati na segunda eliminatória contra uma rival fraca, vinda do qualifying. Ela é apontada como favorita ao título.

As outras seis que começam da segunda fase são Caroline Wozniacki, Garbiñe Mugurza, Svetlana Kuznetsova, Angelique Kerber, Johanna Konta e Simona Halep.

 

Marcelo Soares tenta o bi

No ano passado, Marcelo Melo foi campeão de duplas jogando ao lado do croata Ivan Dodig. Com o fim da parceria no final da última temporada, o brasileiro tem atuado ao lado do polonês Lukasz Kubot. Ele estreia na segunda rodada contra Diego Schartzman e Mischa Zverev ou Nicola Mektic e Aisam Qureshi.

Bruno Soares, que forma a equipe com o britânico Jamie Murray, confronta Karen Khachanov e Dominic Thiem ou Pablo Carreño Busta e Fernando Verdasco.

A tabela das chaves mostra que apenas um brasileiro pode chegar à final, pois caso vençam todos os seus adversários, eles se matam na semifinal.

Não temos uma mulher brasileira competindo nas duplas.

 

Disputa para o ser o primeiro do ranking

Com a desistência de Andy Murray, a briga para assumir a ponta do ranking mundial da ATP fica restrita a Roger Federer o Rafael Nadal. Um dos dois será o novo primeiro colocado. O suíço teve a oportunidade de encostar no espanhol mas perdeu a final do Aberto do Canadá para o alemão Alexander Zverev.

Em Cincinnati, Nadal pega o vencedor de Richard Gasquet e John Patrick Smith. Federer encara Diego Schwartzman ou Karen Khachanov. Zverev enfrenta Frances Tiafoe ou Maximilian Marterer. Jo-Wilfred Tsonga, Dominic Thiem, Kei Nishikori, Milos Raonic e Grigor Dimitrov também começam da segunda rodada.

 

Principais jogos da primeira fase

Segunda-feira, 14 de agosto:

Masculino:

  • 13h00: David Goffin x Nick Kyrgios – palpite: David Goffin.
  • 13h00: Pablo Carreño Busta x Paolo Lorenzi – palpite: Pablo Carreño Busta.
  • 13h00: Roberto Agut x Jared Donaldson – palpite: Roberto Agut.
  • 13h00: Tomás Berdych x Juan Martín del Potro – palpite: Tomás Berdych.

Feminino:

  • 13h00: Venus Williams x Alison Riske ­– palpite: Venus Williams.
  • 13h00: Agnieszka Radwanska x Julia Görges – palpite: Julia Görges.
  • 13h00: Dominika Cibulková x Ana Konjuh – palpite: Ana Konjuh.
  • 13h00: Jelena Ostapenko x a definir.

 

Os favoritos ao título

  1. Rafael Nadal
  2. Roger Federer
  3. Dominic Thiem
  4. Alexander Zverev
  5. Kei Nishikori
  6. Milos Raonic
  7. Grigor Dimitrov
  8. Jo-Wilfried Tsonga
  9. David Goffin
  10. Tomás Berdych

 

As favoritas ao título

  1. Karolina Plisková
  2. Simona Halep
  3. Angelique Kerber
  4. Garbiñe Muguruza
  5. Elina Svitolina
  6. Caroline Wozniacki
  7. Johanna Konta
  8. Svetlana Kuznetsova
  9. Venus Williams
  10. Agniezszka Radwanska

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar