Ganhador.com

NBA

Quem pega mais rebotes, Andre Drummond ou Dennis Rodman?

Foto: Mark Sobhani/NBAE por Getty Images

O pivô do Detroit Pistons está dando o que falar com sua eficiência. Vale a pena olhar para trás e ter uma noção melhor da sua atual fase…             

Uma das sensações da temporada da NBA, o Detroit Pistons escorregou um pouco pelas tabelas e agora está na quarta posição da Conferência Leste. Depois de ocupar a vice-liderança, a equipe foi superada por Cleveland Cavaliers e Toronto Raptors e está sofrendo com uma série de três derrotas seguidas, em que pese ter o pivô mais badalado do momento, o monstruoso Andre Drummond, de 24 anos e impressionantes 2,13 metros.

É de impressionar também sua eficiência nos rebotes. Ele é o líder neste fundamento, com 15,3 rebotes por partida, bem à frente, por exemplo, de DeAndre Jordan (Clippers, com 14,2) e DeMarcus Cousins (Pelicans, 12,6).

Seria Andre Drummond um dos maiores reboteiros da história?

Lá mesmo em Detroit….

Falar de rebotes e de NBA no Brasil é se lembrar de Dennis Rodman, histórico (e excêntrico demais) jogador de Detroit Pistons, Chicago Bulls e San Antonio Spurs nas décadas de 80 e 90. Parceiro de Michael Jordan e Scottie Pippen no histórico Bulls multicampeão de quase 25 anos atrás, Rodman despontou para o basquete no mesmo Detroit que hoje conta com o talento de Drummond. Rodman é um bom exemplo para analisar a fase atual do grandalhão. Dennis é o maior reboteiro da história pelo menos na sequência de seu domínio. Ninguém terminou sete temporadas seguidas como o líder dessa estatística, assim como ele.

Os números de Rodman são realmente impressionantes.

Ele chegou a ter uma média de rebotes de 18,7 por partida na temporada 1991/1992, mantendo a impressionante forma também em 1992/1993 (18,3 rebotes) e 1993/1994 (17,3).

Rodman tinha 2,05 metros e estreou na NBA em 1986, participando do melhor basquete do mundo até a temporada 2000. Por mais que sua figura seja controversa, com dezenas de tatuagens, piercings, cabelos coloridos e vestidos de mulher, seu legado para o jogo é inegável. Ele está no Hall da Fama desde 2011. Foi realmente um gigante dos nossos tempos, e é só perguntar a gênios como Jordan e Pippen qual era a eficiência de Rodman no garrafão para ter uma real noção de como ele foi realmente um dos grandes.

E os demais?

Se Rodman é mesmo um capítulo à parte, os demais reboteiros de respeito da NBA estão sim ao alcance de Andre Drummond.

Tim Duncan, por exemplo, jamais superou a casa de 13 rebotes por jogo. Seu melhor desempenho foi em 2002/2003, com 12,9 por partida – nem é preciso dizer por qual franquia, e sim no seu San Antonio Spurs de sempre.

Outra referência de rebotes aos mais velhos é Robert Parish, nos anos 70 e 80, e sua melhor marca também fica na casa dos 12,3, pelos Warriors, em 1978/1979.

Drummond, vale lembrar, não é essa máquina toda apenas neste ano – ele há três temporadas lidera o fundamento. O último a comandar a lista de rebotes antes dele foi DeAndre Jordan, pelos Clippers, em 2014.

Uma boa meta ao pivô dos Pistons agora é se animar a bater o recorde de rebotes em uma só partida – e este número parece impossível de se alcançar hoje em dia.

Ninguém agarrou mais rebotes na história em uma só partida que Charles Oakley, do Bulls, que obteve simplesmente 35 em uma vitória sobre os Cavs em 22 de abril de 1988. Completam o “top 3” desta lista Rony Seikaly (Miami, em 1993) e o próprio Rodman (pelo Detroit, em 1992), ambos com 34.

A melhor partida de Andre Drummond em rebotes foi em novembro de 2015, quando agarrou 29. É a 15ª maior marca de todos os tempos. É bem capaz que Drummond fique em quadra por no mínimo mais dez anos. Com maior experiência e maior noção de posicionamento, ele tem potencial, sim, para pelo menos encostar nos recordistas históricos.

Jogos da Temporada Regular da NBA 2017/2018

Quarta-feira, 6 de dezembro

 

  • Cleveland Cavaliers 101×95 Sacramento Kings
  • Indiana Pacers 98×96 Chicago Bulls
  • Orlando Magic 110×106 Atlanta Hawks
  • Boston Celtics 97×90 Dallas Mavericks
  • New York Knicks 99×88 Memphis Grizzlies
  • Charlotte Hornets 87×101 Golden State Warriors
  • Milwaukee Bucks 104×100 Detroit Pistons
  • New Orleans Pelicans 123×114 Denver Nuggets
  • San Antonio Spurs 117×105 Miami Heat

 

Quinta-feira, 7 de dezembro

 

  • Los Angeles Clippers 107×113 Minnesota Timberwolves
  • 23:00 – Philadelphia 76ers x Los Angeles Lakers – Palpite: Clippers

 

Sexta-feira, 8 de dezembro

 

  • 00:00 – Phoenix Suns x Washington Wizards – Palpite: Wizards
  • 01:00 – Brooklyn Nets x Oklahoma City Thunder – Palpite: Thunder
  • 01:30 – Utah Jazz x Houston Rockets – Palpite: Rockets

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar