Ganhador.com

Copa Sul-Americana

Prognóstico de Chapecoense x Defensa y Justicia, jogo de estreia do atual campeão na Sul-Americana

Foto: Cristiano Andujar/Getty Images

Em momento complicado no Brasileirão, Chape encara time que eliminou o São Paulo na primeira fase; argentinos terminaram o campeonato nacional na décima posição

Um título que representa mais lágrimas de dor e que não teve volta olímpica. A Chapecoense foi declarada campeã da última edição da Copa Sul-Americana, mas a final contra o Atlético Nacional (COL), infelizmente, não aconteceu. Dois dias antes da realização da primeira partida da decisão, o voo que conduzia a delegação brasileira até Medellín não chegou ao seu destino.

Uma tragédia que vitimou quase todo o elenco, comissão técnica, dirigentes e a maioria dos jornalistas e da tripulação. Foram seis os sobreviventes: os jogadores Jackson Follman, Alan Ruschel e Neto; o radialista Rafael Henzel; além do técnico de voo Erwin Tumiri e da comissária Ximena Suárez. Em um gesto de muita nobreza, os colombianos abriram mão, inclusive, de dividir a taça, pedido que foi acatado pela Conmebol. A atitude reforçou ainda mais os laços entre brasileiros e colombianos.

 

DEFENSA Y JUSTICIA X CHAPECOENSE

É bem verdade que tudo o que a Chape menos queria era defender o título. Mas não tem nada a ver com a tragédia, e sim pela forma como a equipe foi eliminada da Copa Libertadores deste ano – o que tornou possível a participação na Sul-Americana de 2017. Na penúltima rodada da fase de grupos, o Verdão do Oeste escalou o zagueiro Luiz Otávio de forma irregular na vitória sobre o Lanús por 2 a 1. Como também ganhou do Zulia na última rodada, o Verdão do Oeste teria se classificado, mas a Conmebol puniu o time catarinense com a perda de três pontos, no que culminou com a eliminação.

Agora, os catarinenses encaram os argentinos do Defensa y Justicia, que fizeram bonito na primeira fase da competição ao surpreender muita gente depois de eliminar o poderoso São Paulo. Aliás, o El Halcón, equipe pequena de Buenos Aires, foi uma das surpresas do último Campeonato Argentino, do qual terminou na honrosa décima colocação, com os mesmos 49 pontos de Lanús (8º) e Newell’s Old Boys (9º) – performance que garantiu uma vaga na próxima edição da Copa Sul-Americana.

Na última partida da competição, disputada no fim de semana passado, o DYJ bateu o Gimnasia La Plata por 1 a 0. Foi a sexta vitória nos últimos oito compromissos do campeonato. Um belo desfecho dos comandados de Sebastián Beccacece, que tirou o máximo de um grupo de jogadores desconhecidos e foi agraciado com o cargo de auxiliar de Jorge Sampaoli na seleção da Argentina.

 

DISCUSSÃO ACALORADA MARCA O ÚLTIMO TREINO DA CHAPE

A Chape enfrenta um momento delicado na temporada, já que perdeu as últimas três partidas no Brasileirão – duas em casa, para Botafogo e Atlético-MG, além da goleada sofrida por 5 a 1 para o Flamengo, no Rio. E o estresse gerado pela fase ruim pode ter contribuído para a confusão envolvendo os jogadores Rossi e Neném. Tudo aconteceu depois de um treino recreativo realizado nas dependências do San Lorenzo, em Buenos Aires, ontem à tarde. A discussão rolou depois de provocações e ambas as partes. Depois que os dois quase foram às vias de fato, a turma do “deixa disso” conseguiu intervir.

Voltando ao confronto marcado para as 19h15 (horário de Brasília) desta quarta-feira (28), no estádio Norberto Tito Tomaghello, o técnico da Chape, Vagner Mancini, manteve praticamente a mesma escalação da derrota para o Galo, com a entrada de Doulas Grolli na vaga de Luiz Otávio (suspenso).

 

Prováveis escalações:

DEFENSA Y JUSTICIA: Gabriel Arias; Pablo Alvarado, Alexander Barboza, Tomás Cardona, Leonel Miranda; Jonás Gutiérrez, Rafael Delgado; Ignacio Rivero, Agustín Bouzat, Nicolás Stefanelli; Andrés Ríos.
Técnico: Sebastián Beccacece.

CHAPECOENSE: Jandrei; Apodi, Grolli, Fabrício e Reinaldo; Andrey Girotto, Lucas Mineiro e Luiz Antonio; Rossi, Wellington Paulista e Arthur.
Técnico: Vagner Mancini

 

Palpite:

Panorama nem um pouco favorável à Chapecoense. Fase ruim no Brasileirão, jogadores nervosos e um adversário que vive um momento iluminado. Na despedida do jovem e competente Sebastián Beccacece (36 anos), seus comandados farão de tudo para proporcionar uma saída honrosa do futuro ex-líder. Liderado em campo pelo experiente meio-campista Jonas Gutierrez, o Defensa y Justicia é o grande favorito do duelo e ficará com a vitória. Os catarinenses sairiam no lucro se marcassem um gol fora e a derrota fosse ao menos por um tento de diferença.

 

Demais jogos da 2ª fase da Copa Sul-Americana nesta semana

Os favoritos estão em negrito:

  • 28/06 – 21h45 – Patriotas FC x Corinthians
  • 29/06 – 19h15 – Ponte Preta x Sol de América
  • 29/06 – 21h45 – Fluminense x Universidad de Quito
  • 29/06 – 21h45 – Racing x Independiente Medellín

Na noite de ontem (27), o Fuerza Amarilla empatou com Santa Fe em 1 a 1, no estádio Modelo Guayaquil, no Equador.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar