Eliminatórias da Copa do Mundo 2018

Portugal promete nova goleada em cima das Ilhas Faroe nas Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo 2018

Foto: David Ramos/Getty Images

É semana de Eliminatórias para a Copa do Mundo na Rússia! Enquanto o Brasil está de boa na lagoa, já classificado para o Mundial e só procurando a escalação perfeita, os nossos amigos portugueses ainda suam a camisa para conquistar a vaga nas Eliminatórias da Europa.

Portugal está em segundo lugar no Grupo B, atrás da invicta Suíça. Como apenas o líder do grupo tem classificação direta para a Copa do Mundo — sem ter que passar pela repescagem —, a Seleção Portuguesa precisa continuar vencendo todos os jogos e levar a decisão para a última rodada, quando terá sua revanche contra a Suíça em casa. Até agora, tudo certo! Já são cinco vitórias seguidas.

A próxima vítima são as Ilhas Faroe, em partida válida pela 7ª rodada. Até agora, os faroenses têm uma única — e surpreendente — vitória nas Eliminatórias. O jogo acontece na quarta-feira, às 15h45 (horário de Brasília), na cidade do Porto. Nem preciso dizer que a Seleção Portuguesa é esmagadora favorita!

 

A Seleção das Ilhas Faroe

Você sabe onde ficam as Ilhas Faroe? Elas se localizam no Mar do Norte, entre a Islândia e a Noruega. Pertencem à Dinamarca, mas possuem governo próprio. A Seleção Feroesa de Futebol foi criada nos anos 30, mas apenas se tornou membro da FIFA em 1988. Nunca conseguiu se classificar para uma Copa do Mundo, e sabe que não é agora que vai conseguir.

No Brasil, os torcedores estão acostumados a vitórias. Não se dão por satisfeitos se a Seleção Canarinho não chegar ao menos até a final do campeonato, seja ele qual for. Nas Ilhas Faroe é diferente. Cada confronto é decisivo. Cada jogo diante de outra seleção pode fazer história no país. Mesmo que não seja suficiente para deixá-los nem perto da repescagem, vencer Portugal significaria um marco revolucionário na história do país. Seria o primeiro triunfo na história diante de uma seleção top 10 no ranking da FIFA.

A escalação conta com jogadores de clubes da Islândia, Noruega e Dinamarca, além de atletas locais, alguns de times classificados como “semi-profissionais”. Não deve ser tarefa fácil formar uma seleção a partir de uma ilha com pouco mais de 47 mil habitantes… O técnico é Lars Olsen, que comandou o Rangers FC na conquista do Campeonato Dinamarquês 2005/06. Ocupam a 89ª colocação no ranking da FIFA (de um total de 206). Ou seja, 20 posições abaixo da Venezuela, lanterna das Eliminatórias Sul-Americanas.

Até o momento, as Ilhas Faroe têm 2 gols marcados nas Eliminatórias, ambos na inesperada vitória diante da Letônia. Os artilheiros foram Joan Edmundsson e o zagueiro Sonni Nattestad, que marcou com um chute de rebote. Contudo, Sonni não foi relacionado para o jogo contra Portugal, devido a uma lesão no tornozelo.

 

A seleção de Portugal

Na 3ª rodada das Eliminatórias, os atuais Campeões Europeus foram dar um passeio nas Ilhas Faroe. Mas pense em um passeio longo! Viajaram 4 mil quilômetros para golear a Seleção Faroesa. O placar final em 6 a 0 contou com gols de Cristiano Ronaldo, João Moutinho, João Cancelo e três de André Silva.

Foi uma partida um tanto quanto deprimente. André Silva abriu o placar aos 11 minutos, o que foi amplamente comemorado pelo time lusitano. Dez minutos depois, marcou o segundo. Completou o hat-trick ainda no primeiro tempo, e Portugal já mal comemorava. Parecia um adulto jogando contra uma criança, acanhado ao massacrá-la. Os faroenses se esforçaram. Tentaram usar velocidade para compensar os passes inteligentes dos adversários, mas faltou tanto técnica quanto instinto. Assim, viram o quarto gol sair no segundo tempo e mais dois nos acréscimos. Ao todo, foram 22 finalizações para o lado português, contra apenas 3 dos faroenses.

Dessa vez, além de contar com o melhor jogador do mundo, a atual Campeã Europeia ainda terá a seu favor o mando de campo. A vantagem de jogar em casa vai além da presença da torcida e do menor desgaste dos jogadores. O Estádio Tórsvøllur, onde a Seleção Faroesa manda seus jogos, tem dimensões menores do que o padrão internacional. Enquanto os estádios de grandes clubes e seleções têm campo de 105 x 68 metros, o Tórsvøllur tem apenas 100 x 65 metros. A diferença é enorme! Agora, os faroenses terão que correr um campo maior do que o habitual, contra jogadores que estão acostumados a essas medidas.

Não vá fazer feio, Portugal! Vai precisar mais do que isso para esquecer a eliminação nos pênaltis pelo Chile na Copa das Confederações, mas já é um começo.

 

Palpite

A vitória de Portugal é certa, nem está em discussão. Mas há uma pergunta que não quer calar: quantos gols CR7 e companhia vão aplicar nos modestos visitantes? Até agora, Portugal sustenta a média de 3,6 gols por partida. Só não marcou na estreia, na derrota por 2 a 0 para a Suíça. Depois disso foram apenas vitórias: 6 a 0 na Andorra, 6 a 0 nas Ilhas Faroe, 4 a 1 na Letônia, 3 a 0 na Hungria e 3 a 0 na Letônia novamente.

Os lusitanos têm potencial para marcarem quantos gols quiserem. Se estivessem precisando de gols para critério de desempate na tabela, com certeza assistiríamos a um verdadeiro fuzilamento. Mas o saldo está bom — dez gols a mais do que a líder Suíça — então não devem entrar em campo com tanta agressividade. Infelizmente para eles, mega goleadas valem os mesmos três pontos de uma vitória simples. Mesmo assim, pode esperar um jogo com muita bola na rede. O palpite é de 4,5+ gols a favor de Portugal. De olhos fechados.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar