Eliminatórias da Copa do Mundo 2018

Paraguai e Uruguai fazem o clássico da rodada da América do Sul

Foto: AP Photo/Matilde Campodonico

Brasil parte em busca do recorde de pontos que pertence à Argentina.

Colômbia, Uruguai, Chile, Argentina, Peru, Paraguai e Equador fazem suas antepenúltimas apresentações pelas Eliminatórias para a fase final da Copa do Mundo de 2018. Destas sete seleções, apenas três estarão automaticamente na Rússia. Uma quarta pode até chegar ao Mundial, mas precisará antes passar pela Repescagem. Confira os prognósticos abaixo.

 

Paraguai x Uruguai

Que semana para os Charrúas! Depois de encarar a Argentina em Montevidéu, os campeões de 1930 e 1950 têm outro duelo de muita rivalidade pela frente: o Paraguai, em Assunção. Apesar de não terem conseguido bater os argentinos, os demais placares ajudaram e o Uruguai se manteve na terceira posição geral.

Se faltou inspiração para os de Montevidéu furarem a defesa argentina, sobrou para os paraguaios. Tidos como praticamente eliminados, os fãs de Larisa Riquelme conseguiram a proeza de bater o Chile por 3 a 0 estragando a bela festa armada em Santiago. Os tricolores voltaram para a briga e complicaram a Roja. Se repetirem a excelente atuação, será muito difícil para os visitantes resistirem.

 

Colômbia x Brasil

Em Barranquilla, o Brasil tentará sua décima vitória consecutiva pelas Eliminatórias. Os comandados de Tite já conquistaram o primeiro lugar geral com três rodadas de antecedência, além de uma das vagas para participar do sorteio dos grupos de São Petersburgo. Sem o zagueiro Miranda e sem o lateral Marcelo, será um bom teste para a Verde e Amarela descobrir se tem apenas um time ou um plantel.

Mesmo diante da sua torcida, a Colômbia é apontada como zebra. Apesar disso, a motivação para conhecer o Kremlin será mais forte que a dos brazucas. Isso porque além de precisarem dos três pontos para manter a vice-liderança e chegar à última data FIFA com grandes possibilidades de classificação, os cafeteiros precisam mostrar um futebol melhor do que o apresentado no 0 a 0 contra a Venezuela semana passada.

Se somar os últimos nove pontos, o Brasil alcançará os 45 pontos e terá quebrado o recorde da Argentina, de 43.

 

Argentina x Venezuela

Após o empate na capital do Uruguai, a Argentina se manteve no G-5, que a mantém viva na briga pelo título mundial. Contra a Venezuela, um oponente bastante mais fraco, o técnico Jorge Sampaoli promove três mudanças. Mascherano será titular no lugar de Mercado, que recebeu o terceiro cartão amarelo. Banega cumpriu sua punição e barra Pizarro. Já Acosta deverá ganhar a posição de Acuña. A Albiceleste tem tudo para triunfar sobre a Vinotinto e fechar a rodada entre os quatro melhores. Se tropeçar, é porque não merece mesmo ir a Moscou.

A Venezuela já trabalha visando a Copa do Mundo de 2022, no Qatar. Por isso, vários atletas vice-campeões mundiais sub-20 foram chamados para começarem a ganhar experiência.

 

Bolívia x Chile

Bicampeão da Copa América e vice-campeão da Copa das Confederações, o Chile sofreu um nó tático do Paraguai. Os visitantes armaram uma retranca de forte marcação e focaram as ações ofensivas nos contra-ataques. Deu muito certo e os chilenos não conseguiram reagir.

Espera-se que a Vermelha tenha treinado este tipo de armadilha, pois a Bolívia também deve jogar fechada. Se for tão eficiente como o Paraguai, tende a complicar a situação dos de Santiago. No turno, eles ficaram no empate sem gols, mas a FIFA aplicou WO contra os país de Evo Morales por causa da escalação de um jogador irregular.

Acho a Verde péssima. Chile 2 a 0, com altitude e tudo!

 

Equador x Peru

Equador e Peru fazem uma batalha de contornos dramáticos em Quito. Muito provavelmente, quem não vencer estará fora da briga pelos quatro primeiros lugares. É bom lembrar que os dos chapéus Panamá começaram muito bem sua campanha neste torneio, chegaram a assumir a ponta, mas foram caindo, caindo…e estão ameaçadíssimos de assistirem a Copa pela televisão.

A selecionado Inca, apesar de ter bons (e caros) talentos individuais atuando em nosso país, não consegue ter um quadro forte. Prevejo um empate em 1 a 1.

 

Nova Zelândia vem aí

Na Oceania, a Nova Zelândia humilhou as Ilhas Salomão por 6 a 1 e só um desastre histórico, uma verdadeiro tsunami, é capaz de tirar os neozelandeses da Repescagem. Sempre é bom lembrar que o quinto colocado da CONMEBOL encara o vencedor da Oceania por uma vaga na Copa do Mundo.

 

16ª rodada das eliminatórias da CONMEBOL para Copa do Mundo de 2018

Terça-feira, 05 de setembro

  • 17h00: Bolívia x Chile – palpite: Chile.
  • 17h30: Colômbia x Brasil – palpite: Colômbia.
  • 18h00: Equador x Peru – palpite: empate.
  • 20h30: Argentina x Venezuela – palpite: Argentina.
  • 21h00: Paraguai x Uruguai – palpite: empate.

Classificação do grupo C

  • Brasil, 36 – Fase Final.
  • Colômbia, 25 – Fase Final.
  • Uruguai, 24 – Fase Final.
  • Chile, 23 – Fase Final.
  • Argentina, 23 – Repescagem
  • Peru, 21
  • Paraguai, 21
  • Equador, 20
  • Bolívia, 10
  • Venezuela, 7

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar