Ganhador.com

Brasileirão Série A

Palmeiras e Santos perdem e deixam mais fácil o caminho do Corinthians até o título de Campeão Brasileiro

Corinthians vence a segunda partida consecutiva pela primeira vez no segundo turno e vê Palmeiras e Santos falharem em sua missão de perseguir o líder

Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Após uma inesperada combinação de resultados, o Corinthians vê sua vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro subir para 8 pontos em relação ao 2º colocado – o Grêmio.

Com as derrotas de Palmeiras e Santos, o alvinegro do Parque São Jorge faz as contas e pode comemorar o título na próxima segunda-feira – para isso precisa vencer o Avaí no Itaquerão e torcer por derrotas de Grêmio, Santos e Palmeiras na 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Como nem tudo são flores, Walter, o reserva de Cássio – que está com a Seleção Brasileira – sentiu uma contusão no final do jogo contra o Atlético-PR e dificilmente estará em campo no próximo sábado no Itaquerão. Caíque França, terceiro goleiro do elenco – e que substituiu Walter ontem aos 41 do segundo tempo –, deverá ser o titular no duelo contra o Avaí.

Confira a seguir nosso resumo para os jogos de ontem, quarta-feira, dia 8, no Campeonato Brasileiro.

 

Vitória 3 x 1 Palmeiras

O Vitória – pior mandante do Campeonato Brasileiro – fez de conta que estava jogando no Allianz Parque, engoliu o Palmeiras ontem no Barradão e com um jogador a menos (Uillian Correia foi expulso aos 18 minutos do segundo tempo após falta em Dudu) venceu o duelo por 3 a 1, saiu do Z-4 e deu a Alberto Valentim – o novo Cuca – sua segunda derrota em sua interinidade no Verdão.

Foi um dos melhores jogos do Vitória nesta edição do Brasileirão e mais uma apresentação abaixo da crítica do Palmeiras que, diferente do que fez no domingo passado diante do Corinthians, jogou muito mal e foi presa fácil do time de Vagner Mancini. Os 3 pontos conquistados ontem – com gols de Yago (2) e Tréllez – tiraram os baianos do Z-4 e melhoraram (um pouco) seu score como mandantes no torneio – o último triunfo em casa foi em 2 de agosto, curiosamente, um outro 3 a 1, desta vez sobre a Ponte Preta.

Com uma distância de 11 pontos para o Corinthians, o jogo de ontem foi, provavelmente, o último prego no caixão do sonho de título palmeirense. Se vencer todos os jogos que ainda restam, o Palmeiras chegará a 69 pontos. O líder tem, hoje, 67 e mais 5 jogos pela frente.

 

Atlético-PR 0 x 1 Corinthians

Pela primeira vez no segundo turno do Campeonato Brasileiro, o Corinthians conquistou duas vitórias consecutivas. O triunfo de ontem sobre o Atlético-PR por 1 a 0 foi mais um importante passo do Timão em sua jornada rumo ao título. Mas não foi fácil.

Sem fazer uma boa partida, o líder do Brasileirão foi salvo pelo goleiro Walter, ainda no primeiro tempo, que defendeu com os pés o pênalti – cometido por Fágner – batido por Nikão. Como recompensa, o excelente reserva de Cássio ganhou uma distensão – que ainda será avaliada – ao cobrar um tiro de meta aos 41 minutos do segundo tempo e, aos prantos, foi substituído por Caíque França e tem poucas chances de atuar contra o Avaí na próxima rodada.

O Atlético-PR engrossou o quanto pôde a vida do líder do campeonato e em mais de uma oportunidade teve condições de abrir o placar. Como não conseguiu, o eterno reserva Giovanni Augusto – que entrou no segundo tempo no lugar de Clayson –, recebeu uma bola da esquerda e, num cruzamento que não deu certo (ou deu), supreendeu o goleiro Wéverton que aceitou a bola no fundo das redes.

O resultado mantém o Corinthians no topo da tabela, agora com 65 pontos, e derruba o Furacão para a 12ª posição, graças a uma série de 3 jogos sem vitórias.

 

Santos 1 x 2 Vasco

E o Santos que sob o comando do interino Elano havia conseguido se isolar na vice-liderança na última rodada e mantido estável a distância para o Corinthians, foi surpreendido pelo Vasco em plena Vila Belmiro e agora está em 3º lugar, 9 pontos atrás do líder.

Mesmo acuado pelo domínio vascaíno, o Peixe conseguiu sair na frente: Ricardo Oliveira aproveitou a bola recebida após boa jogada de Lucas Lima (mais uma vez vaiado na Vila) e mandou para o fundo das redes do goleiro Jordi (que substituiu Gabriel Félix que substituia Martín Silva, suspenso, e que saiu de campo contundido).

Sem mexer na ofensividade do time, o técnico Zé Ricardo sacou Jean e colocou o jovem Evander para jogar como volante. Com espaço para finlaizar de fora, ele precisou de apenas duas tentativas para vencer Vanderlei e igualar o placar. Nenê, nos acréscimos, virou para o cruzmaltino que, apesar da vitória, segue estacionado no 8º lugar, 2 pontos atrás do Flamengo, 7º colocado com 50 pontos e último time classificado para a Libertadores 2018.

 

Ponte Preta 0 x 1 Grêmio

Contando com uma noite desastrosa de Fernando Bob – que foi expulso aos 17 minutos do primeiro tempo –, o Grêmio afundou a Ponte Preta mais um pouco no Z-4. O 1 a 0 do time gaúcho – gol de Ramiro aos 4 minutos da etapa final – complicou de vez a situação da Macaca e acabou com a paciência da torcida campineira que hostilizou o time ao término da partida.

Mesmo jogando com um time recheado de reservas, o Grêmio segue sendo uma equipe organizada e que dá trabalho aos adversários. Mas, que se registre aqui, boa parte do mérito pela conquista dos 3 pontos em Campinas se deve a Marcelo Grohe que realizou seis defesas cruciais quando a Ponte Preta foi, valentemente, para o tudo ou nada na tentativa de mudar o placar.

Com o resultado o Grêmio chega aos 57 pontos e reassume o 2º lugar no campeonato. A Ponte, por sua vez, se aproxima cada vez mais da Série B e não poderá contar com seu capitão na próxima rodada quando enfrenta o Coritiba, concorrente direto por uma vaga no Z-4.

 

Flamengo 2 x 0 Cruzeiro

Desinteressado no Campeonato Brasileiro  – e sem chances de título –, o Cruzeiro ofereceu pouca resistência para o Flamengo que – coisa rara – fez uma partida consistente do começo ao fim na Ilha do Urubu. O rubro negro abriu o placar com Everton aos 36 minutos do primeiro tempo e viu o xodó da torcida, Vinícius Júnior, ampliar aos 48 do segundo tempo após excelente passe de Everton.

Em termos de classificação o resultado pouco muda a vida dos dois times. Campeão da Copa do Brasil e já classificado para a Libertdaores de 2018, o Cruzeiro, com 51 pontos, cai para a 6ª posição, 1 ponto à frente do Flamengo, que segue em 7º lugar.

 

Avaí 1 x 2 Bahia

O Bahia contou com o talento – e oportunismo – de Edigar Júnio para vencer o Avaí na Ressacada e praticamente garantir sua permanência da Série A. Os donos da casa saíram na frente com Marquinhos, que se tornou o maior artilheiro da equipe catarinense em seu estádio.

O tricolor baiano, entretanto, foi pra cima e mantendo seu viés de alta no Brasileirão – são 10 pontos conquistados em 12 disputados nos últimos quatro jogos – virou com 2 gols de Júnio, atacante que ressurgiu no Bahia após a chegada de Paulo Cézar Carpegiani.

A nova derrota praticamente colocou o Avaí – que enfrenta o Corinthians na próxima rodada – de volta na Série B. Um castigo, talvez, imerecido para o valente time catarinense.

O Bahia segue sua jornada recebendo o Atlético-MG no próximo dia 12 na Arena Fonte Nova pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

Sport 1 x 2 Botafogo

E sem poder escalar o astro Diego Souza, o Sport contou com uma lambança do goleiro Magrão para conquistar a derrota por 2 a 1 para o Botafogo e voltar, gloriosamente, para o Z-4.

Os donos da casa, empurrados pela torcida, acuavam o alvinegro e ofereciam perigo ao gol de Gatito Fernández, até que aos 14 minutos, Magrão se empolgou, tentou um drible, perdeu a bola para Bruno Silva que não perdôou e abriu o placar para o Botafogo. Precisando buscar o resultado, o Leão se desorganizou em campo e aos 18 minutos Marcos Vinícius ampliou para os cariocas.

Com a vantagem o placar, o time de Jair Ventura administrou o resultado – correndo muitos riscos, é verdade – e ainda viu o Sport diminuir com André aos 41 do segundo tempo. Mas era tarde demais.

O resultado – mais o triunfo do Vitória sobre o Palmeiras – colocaram o Sport de volta no Z-4. O Botafogo, por sua vez, segue em 6º lugar, com 51 pontos a apenas 4 de distância do Palmeiras, com 54 e em 4º lugar.

 

Jogos, resultados e palpites para a 33ª rodada do Campeonato Brasileiro

Quarta-feira, 8 de novembro de 2017

  • 19:30 – Ponte Preta 0 x 1 Grêmio – meu palpite havia sido: Grêmio
  • 19:30 – Avaí 1 x 2 Bahia – meu palpite havia sido: Bahia
  • 21:00 – Atlético-PR 0 x 1 Corinthians – meu palpite havia sido: Corinthians
  • 21:00 – Sport 1 x 2 Botafogo – meu palpite havia sido: Botafogo
  • 21:45 – Flamento 2 x 0 Cruzeiro – meu palpite havia sido: empate
  • 21:45 – Santos 1 x 2 Vasco – meu palpite havia sido: Vasco
  • 21:45 – Vitória 3 x 1 Palmeiras – meu palpite havia sido: empate

Quinta-feira, 9 de novembro de 2017

  • 20:00 – São Paulo x Chapecoense – palpite: empate
  • 21:00 – Atlético-MG x Atlético-GO – palpite: Atlético-MG
  • 21:00 – Fluminense x Coritiba – palpite: Fluminense

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Giovanni Augusto marca e o Corinthians dispara novamente na liderança do Campeonato Brasileiro | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar