Ganhador.com

Humor

Paixão Nacional: que sorte danada!

Pelo andar da carruagem, a sorte do Corinthians no Campeonato Brasileiro da Série A parece não ter fim. Fazendo um segundo turno sofrível, jogando mal e tropeçando nas próprias pernas, o Timão do Parque São Jorge vem mantendo-se na liderança graças aos sucessivos tropeços dos concorrentes diretos pelo título de Campeão Brasileiro.

O Grêmio – jogando mal pra dedéu – bem que se aproveitou do tropeço corintiano neste domingo e reduziu a diferença para o líder de 12 para 9 pontos. Se for bem sucedido no confronto direto nesta quarta-feira, o tricolor gaúcho pode deixar a diferença em 6 pontos – veja aqui o prognóstico para este jogo – e colocar fogo na reta final de um campeonato que tinha tudo para ter um segundo turno sonolento (se bem que São Paulo e Fluminense seguem vivos na emocionante luta por uma vaga na Série B em 2018).

Mesmo assim, ainda seriam 6 pontos de diferença e a sorte parece que não abandona o Timão. Isso porque o Santos, que empatou com o Vitória em 2 a 2 ontem, poderia ter ficado a apenas 7 pontos do líder se tivesse vencido. Mas o Peixe, jogando em casa, não foi bem. Sentindo muita falta de Bruno Henrique e tendo que contar com Copete e Lucas Lima numa noite sem inspiração nenhuma, o alvinegro praiano abriu o placar e depois viu o Vitória marcar os 3 gols – um deles contra – que garantiram o empate (ruim para os dois times, diga-se de passagem).

A impressão que temos é a de que o Corinthians, neste momento não é conduzido por um staff técnico e, sim, por um gnomo… um legítimo leprechaum irlandês que abençoa o Timão com uma sorte sem fim. Só isso para explicar como os comandados de Fábio Carille conseguem, rodada após rodada, apresentarem um futebol ruim, perderem pontos importantes para times que brigam para não cair e, ainda assim seguirem na ponta da tabela com “gordura” suficiente para não passarem por nenhum sufoco maior.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar