Ganhador.com

Humor

Paixão Nacional: complicado…

Como se não bastasse a larga vantagem de 3 gols conquistada  no jogo de ida das semifinais da Copa Libertadores, no último dia 25 em Quito, o Grêmio conta com o imponderável para tornar ainda mais fácil a sua missão de confirmar a classificação para as finais da Libertadores (contra o Lanús) no jogo de logo mais (21:45), em Porto Alegre, contra o Barcelona de Guayaquil. Isso porque o vôo fretado pela equipe equatoriana passou 2 dias – isso mesmo: 2 dias – em solo boliviano, impedido de seguir viagem.

Com problemas em seu plano de vôo, a areonave mexicana fretada pelo Barcelona ficou retida em solo boliviano durante sua escala. Para tornar tudo ainda mais divertido, problemas com a documentação também travaram a autorização da ANAC – que controla o tráfego aéreo brasileiro. Sem ter muito o que fazer e admitindo seus erros de logística, dirigentes do clube equatoriano tentaram conseguir equipamento básico para realizar algum treinamento com o elenco neste meio tempo, mas falharam miseravelmente na missão de retirar as bagagens de dentro do avião mexicano – além, é claro, de perderem um dia com o “vai-não-vai” que se tornou a viagem.

Sobrou para o Exército do Equador, que colocou à disposição do Barcelona um avião militar com condições de prosseguir na viagem que terminou por volta das 3 da manhã de hoje, no Aeroporto Salgado Filho.

Há pouco mais de 12 horas para o jogo decisivo, ao Barcelona restará apenas a opção de realizar exercícios leves e torcer pelo melhor na Arena do Grêmio.

O tricolor gaúcho, é claro, agradece.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar