UFC

Os valores milionários da superluta entre Floyd Mayweather e Conor McGregor

Ninguém tem sido mais verbal do que Dana White quando o assunto é a sonhada superluta entre Floyd Mayweather e Conor Mcgregor no boxe.

Fotos: Michael Reaves/Getty Images; Dan Mullan/Getty Images; Montagem do Ganhador.com

Ninguém tem sido mais verbal do que Dana White quando o assunto é a sonhada superluta entre Floyd Mayweather e Conor Mcgregor no boxe. O presidente do UFC já garantiu que a organização não terá qualquer influência, lucro ou participação na possível promoção da luta histórica, mas ele está disposto a fazer o que estiver ao seu alcance para realizar o desejo de McGregor, que tantas vezes já “salvou” o evento. E ao que tudo indica isso está dando certo. Depois de anunciar projeções dos valores das bolsas do combate, o astro irlandês deu seu recado na internet. Pensando ainda mais alto no quesito dinheiro, claro.

Dana participou do programa The Herd, e declarou que caso a superluta venda o tanto que ele imagina de pacotes de pay-per-views, segundo o dirigente, o lucro de Floyd seria pouco mais de US$ 100 milhões (cerca de R$ 314 milhões) e McGregor teria um faturamento de US$ 75 milhões (R$ 235,5 milhões). Os números agradariam qualquer atleta. Mas Conor é um caso diferente. No dia seguinte a declaração de White, o irlandês publicou uma mensagem no Instagram onde reflete sobre seu valor e diz deve receber mais de US$ 100 milhões com a superluta se incluídos valores de acordos comerciais e bônus.


De fato é possível pensar nas bolsas de boxe de forma parecida com as de MMA. Existe um valor que é público e declarado pelas comissões atléticas, mas uma boa parte dos ganhos de um lutador não é revelada. Um número referente a direitos de imagem, bônus recebidos, contratos com patrocinadores, entre outras coisas. Se Dana White se referiu apenas a bolsa da luta ao falar em US$ 75 milhões para McGregor, realmente o total de lucro do irlandês vai bem além deste número.

O fato é que definir os valores que cada atleta receberá é complicado. Talvez a parte mais difícil da negociação. McGregor sabe seu valor, Floyd tem certeza dele. A lenda do boxe pode não querer ter um lucro próximo dos ganhos de Conor. Ele se diz o “lado A” da negociação, o que caracteriza o maior polo, mais importante, aquele que dita as regras. E se pararmos para pensar é muito mais fácil a luta acontecer se Mayweather estiver mais satisfeito com a situação. Embora a oportunidade da superluta seja valiosa aos dois, ela depende mais de Floyd do que de Conor para acontecer.

Segundo Dana, a negociação com McGregor está perto de ser fechada. Isso significa que o irlandês está satisfeito com os valores que estão sendo lhe apresentados. O próximo e mais difícil passo é se entender com a equipe de Mayweather, que além do ego inflamado tem muito mais conhecimento sobre os valores e direitos do astro quando assunto é boxe.

A superluta ainda precisa passar por alguns processos para se tornar realidade, mas um combate dessa magnitude obviamente não seria tão simples de se realizar.

 

Como apostar na futebol 2021