Ganhador.com

NBA

Oklahoma City Thunder enfim melhora. O que dá para esperar deles?

Foto: AP Photo/Michael Conroy

Equipe entra na zona de classificação ao playoff da NBA pela primeira vez, e há boas chances de seguir subindo                

Uma das decepções da temporada 2017/2018 da NBA, o Oklahoma City Thunder pela primeira vez deu um sinal – pequeno, é verdade – de que pode repetir a ascensão do Cleveland Cavaliers e sonhar com dias mais vitoriosos no melhor basquete do mundo. A equipe de Russell Westbrook, atual MVP da temporada, ganhou na madrugada desta quinta (14) do Indiana Pacers por 100×95, em partida realizada em Indianápolis. Com o triunfo, o time passa a ocupar a oitava colocação na Conferência Oeste, com 13 vitórias e 14 derrotas (48% de aproveitamento), superando o Utah Jazz, que perdeu as últimas quatro consecutivas e agora é o nono.

 

Paul George brilha em seu retorno

A grande atração da noite foi ver a volta de Paul George ao lar onde foi um verdadeiro ídolo nas temporadas passadas. Usando agora a camisa #13 do Thunder, o ala não decepcionou e acabou a partida como o melhor em quadra.

Não que sua partida tenha sido perfeita – bem longe disso. George vinha com apenas 12 pontos e 5 assistências, mas acabou sendo decisivo no último minuto, quando roubou a bola que complicaria o Oklahoma e converteu os dois lances livres decorrentes da falta que recebeu.

Houve um considerável risco de derrota até o fim. O Indiana tem demonstrado um jogo sólido e bem mais competente que o Oklahoma ao longo da temporada. Os Pacers hoje ocupam a quinta colocação no Leste e dão sinais firmes de que vão ao playoff. E é de se esperar que o Oklahoma também deixe o atual sofrimento para trás.

 

‘Big three’ precisa melhorar

O Oklahoma City Thunder é a prova de que até mesmo a NBA carece de uma lógica que explique tudo o que ocorre em quadra. Depois de uma última temporada positiva e de cansar de ver Russell Westbrook no papel de “faz tudo”, a equipe se reforçou de verdade e trouxe mais dois astros para acompanhá-lo. Pois Paul George e Carmelo Anthony até agora estão sofrendo para jogar juntos, e o resultado está à vista de todos. O time não dá liga mesmo em noites de vitória como a da madrugada desta quinta (14).

O trio teve uma atuação fraca demais no aproveitamento de arremessos, com só 10 acertos de um total de 45 tentativas. A sorte do Oklahoma é que o restante da equipe respondeu, pois Westbrook, George e Carmelo, juntos, atingiram somente 34 pontos dos 100 anotados pelo Thunder. E vejam que atípico: Carmelo terminou com 12 pontos, contra 12 de George e outros 10 de Westbrook.

Apesar da notória queda com relação à última temporada, Westbrook segue somando triplos-duplos. O de Indianápolis contou com 10 pontos, 17 rebotes e 12 assistências.

É de se esperar que a equipe siga no limite da zona de classificação para o playoff, com boas chances de subir até mesmo para a quarta posição.

Há um grande equilíbrio entre o oitavo e o quinto nesta faixa da classificação. O quinto colocado no momento é o Denver Nuggets, com 53%, seguido pelo Portland Trail Blazers (sexto, com 52%) e pelo New Orleans Pelicans (sétimo, com 51%). O Oklahoma tem totais condições de melhorar o atual aproveitamento de 48% e ocupar qualquer posição entre essas três.

O complicado é imaginar o papel da equipe em um playoff posterior. O time precisaria evoluir consideravelmente para ter uma chance – pequena, é verdade, – de avançar um confronto que seja no pós-temporada.

A equipe assumiu o nome do Seattle Supersonics na temporada 2008/2009, e já atingiu três finais de conferência, em 2011, 2014 e 2016. Eram os fartos tempos de Kevin Durant – que, é preciso reconhecer, continua fazendo uma falta danada por lá.

 

Jogos da temporada regular da NBA 2017/2018

Quarta-feira, 13 de dezembro 

  • Indiana Pacers 95×100 Oklahoma City Thunder
  • Orlando Magic 95×106 Los Angeles Clippers
  • Washington Wizards 93×87 Memphis Grizzlies
  • Boston Celtics 124×118 Denver Nuggets
  • Miami Heat 95×102 Portland Trail Blazers
  • Chicago Bulls 103×100 Utah Jazz
  • New Orleans Pelicans 115×108 Milwaukee Bucks

Quinta-feira, 14 de dezembro

  • Phoenix Suns 109×115 Toronto Raptors
  • Houston Rockets 108×96 Charlotte Hornets
  • 22:30 – Atlanta Hawks x Detroit Pistons – Palpite: Raptors
  • 22:30 – Brooklyn Nets x New York Knicks – Palpite: Raptors
  • 23:00 – Cleveland Cavaliers x Los Angeles Lakers – Palpite: Raptors
  • 23:00 – Minnesota Timberwolves x Sacramento Kings – Palpite: Raptors 

Quinta-feira, 15 de dezembro

  • 01:30 – Golden State Warriors x Dallas Mavericks – Palpite: Raptors

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar