Ganhador.com

NBA

Oklahoma City Thunder encaixa “trio de astros” e bate o Bucks de Antetokounmpo

Foto: AP Photo/Tom Lynn

Bom para a NBA: Russell Westbrook finalmente está à vontade com Paul George e Carmelo Anthony        

Semana passada, alertamos que o desempenho do Oklahoma City Thunder estava abaixo do esperado, e que a franquia poderia ser considerada a decepção deste começo de temporada, apesar do fraquíssimo começo do Cleveland Cavaliers. As coisas mudaram nas últimas partidas. O Thunder ganhou duas seguidas, a última delas na noite de ontem (31) no Brad Center, casa do interessante Milwaukee Bucks do “Grego Maluco” Giannis Antetokounmpo.  Foi a primeira vez que o Oklahoma ganhou uma segunda partida seguida nesta temporada.

 

Um Thunder bem mais equilibrado

Algo chamou a atenção de maneira específica nesta partida: o time jamais buscou desesperadamente as ações de Russell Westbrook, que atuou de maneira realmente conservadora, procurando ser mais colaborativo e menos decisivo do que costuma ser. O Thunder foi um time de fato, e isso se refletiu no placar desde o começo.

O arranque foi promissor. O Oklahoma logo abriu 31×23, com um bom jogo defensivo do pivô Steven Adams, uma peça pouco valorizada pelos fãs, mas que demonstra ter boas condições de ser o suporte dos badalados Westbrook, Paul George e Carmelo Anthony. Esta característica coletiva do Thunder foi marcante durante toda partida: os dois quartos seguintes tiveram superioridade do Oklahoma no placar, e a última parcial, 25×27 para os Bucks, foi praticamente um empate.

O momento em que o “trio de astros” do Oklahoma mais brilhou foi o segundo quarto, com um arrasador 29×19. Um outro exemplo de como o Thunder foi um time coeso e equilibrado veio dos líderes das estatísticas na equipe. Adams acabou como o líder dos rebotes (11), enquanto Paul George foi o cestinha do elenco (20). E Russell Westbrook, sempre ele, acabou como o grande garçom, com nove assistências.

O Oklahoma ainda vai precisar remar um pouco para alcançar posições melhores. A equipe hoje é nona no Oeste, com 4-3, aproveitamento de 57%. Grizzlies (71%) e Clippers (66%) são os líderes até aqui.

 

O vexame dos Mavericks

E como é o basquete! Campeão em 2011 e com uma franquia realmente confiável nos playoffs no começo desta década, o Dallas Mavericks do interminável alemão Dirk Nowitzki é a pior equipe do campeonato, com apenas uma vitória em sete partidas, um triste aproveitamento de 12,5%.

E não há indícios de que a coisa possa melhorar.

Nowitzki já sente demais o peso dos 39 anos – e não poderia mesmo ser diferente. O problema é que a equipe não tem opções de qualidade para onde quer que olhe. Seth Curry, irmão de Stephen, sofre para distribuir o jogo para atletas que estão longe do seu melhor tanto na questão técnica como no ânimo. O pivô JaVale McGee, que estava nos Warriors, tampouco tem rendido como se esperava. É uma equipe que corre o risco de ser, neste ano, o que foram o Los Angeles Lakers e o Brooklyn Nets na última temporada: um enorme saco de pancadas.

Outros times que estão dando vexames de verdade são o Sacramento Kings (14% e penúltimo no Oeste), Chicago Bulls (só 20% no Leste) e, o mais impressionante de todos até aqui, o Atlanta Hawks, também com 14%, na última colocação da Conferência Leste.

É realmente impactante que os Hawks, presentes no último playoff, não estejam conseguindo sair da última colocação. O time é uma nota de um homem só. Apenas o armador alemão Dennis Schroeder faz algo de bom. Seus colegas não o acompanham.

 

Jogos da Temporada Regular da NBA 2017/2018

Terça-feira, 31 de outubro

  • Portland Trail Blazers 85×99 Toronto Raptors
  • Los Angeles Clippers 113×141 Golden State Warriors
  • Indiana Pacers 101×83 Sacramento Kings
  • New Jersey Nets 114×122 Phoenix Suns
  • Milwaukee Bucks 91×110 Oklahoma City Thunder

Quarta-feira, 1º de novembro

  • Los Angeles Lakers 113×93 Detroit Pistons
  • 21:00 – Philadelphia 76ers x Atlanta Hawks – Palpite: Hawks
  • 21:00 – Washington Wizards x Phoenix Suns – Palpite: Wizards
  • 21:00 – Cleveland Cavaliers x Indiana Pacers – Palpite: Cavs
  • 21:00 – Charlotte Hornets x Milwaukee Bucks – Palpite: Bucks
  • 21:30 – Boston Celtics x Sacramento Kings – Palpite: Celtics
  • 21:30 – Miami Heat x Chicago Bulls – Palpite: Bulls
  • 22:00 – Memphis Grizzlies x Orlando Magic – Palpite: Grizzlies
  • 22:00 – New Orleans Pelicans x Minnesota Timberwolves – Palpite: Wolves
  • 22:00 – New York Knicks x Houston Rockets – Palpite: Rockets
  • 23:00 – Denver Nuggets x Toronto Raptors – Palpite: Raptors
  • 23:00 – Utah Jazz x Portland Trail Blazers – Palpite: Jazz

Quinta-feira, 2 de novembro

  • 00:30 – Los Angeles Clippers x Dallas Mavericks – Palpite: Clippers

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar