NBA

MVP em quadra? LeBron James lidera os Cavs em duelo contra o Oklahoma de Westbrook

Foto: Christian Petersen/Getty Images

Encontro dos astros às 23h é o ponto alto da noitada que contará com cinco jogos

LeBron James de um lado, Russell Westbrook de outro. Este será simplesmente o prato principal do melhor basquete do mundo nesta quinta-feira (9), noite propícia para conferir  atuações de outros times bem capacitados nesta temporada regular, como o Houston Rockets e o Boston Celtics.

Outra grande sensação da atual temporada, o Utah Jazz vai tentar confirmar sua série invicta de quatro partidas e, mais do que isso, mostrar a sua já famosa força no garrafão.

Entre os times grandes que descansam, destaque para o San Antonio Spurs, que ganhou nesta madrugada do Philadelphia 76ers por 111×103, oito pontos de vantagem (nossa previsão era de dez!). Outro destaque vai também para o Miami Heat, que segue quente e agora com 12 vitórias seguidas, depois de superar o Milwaukee Bucks.

Confiram o que esperamos das cinco partidas desta quinta (9):


22h00 – Charlotte Hornets, campanha com aproveitamento de 46% (2.50) x Houston Rockets, 69% (1.58)
Os Rockets voltaram a dar sinais do grande Houston que encantou a NBA na virada do ano. A equipe conta mais uma vez com ótimo nível de James Harden, fundamental nas vitórias recém-obtidas contra o Orlando Magic e o Chicago Bulls. Pode fazer mais? Sempre pode, e o Charlotte nesta noite pode pagar o preço das dúvidas que rondaram o Houston. Os Hornets vêm de vitória sobre os Nets (quem não?), mas antes estavam com 0-7. Um único duelo entre ambos: Houston 121×114 em 11 de janeiro. 
Palpite:
Rockets vencem por 10-13 pontos.

22h00 – Orlando Magic, 37% (1.47) x Philadelphia 76ers, 34% (2.75)
Um jogo um pouco tétrico, este. As duas equipes lutam para fugir das últimas colocações e não têm grandes motivações nesta altura da temporada a não ser justificar seus polpudos salários. Ambos são irmãos de Conferência Leste e de desespero: ocupam só a 13ª (Magic) e 14ª (76ers) colocações de um total de 15 times. O que esperar? Um aro amassado. Somando as últimas dez partidas de ambos (cinco de cada um), encontramos uma única vitória, do Magic, contra o Raptors, em casa. Deu Orlando na Philadelphia nas duas partidas até aqui: 103×101, em novembro, e 105×88, em dezembro.
Palpite: Orlando vence por 7-9 pontos.

23h00 – Oklahoma City Thunder, 56% (3.05) x Cleveland Cavaliers, 70% (1.40)
Este é o grande jogo da noite. Muito mais pelo Cleveland, que retomou um grande nível, que pelo Oklahoma, que está descendo uma ladeira interminável nessas primeiras semanas do ano. Russell Westbrook perdeu espaço na corrida pelo MVP da Temporada Regular, e no fim é o astro do outro lado da quadra que tem boas chances de arrebatar o prêmio mais uma vez: seria simplesmente a quinta conquista de LeBron James. Os Cavs mostram agora um positivo 4-0 nas últimas quatro partidas, e o desempenho do ataque na equipe nos últimos dois jogos é simplesmente arrasador: fez 132 pontos no Indiana e 140 no Washington, com uma prorrogação. O Oklahoma vem de derrota justamente para os Pacers, e o retrospecto prévio é uma oscilação só. Único duelo entre ambos: Cavs 107×91, em 29 de janeiro.
Palpite: Cleveland vence por 10-13 pontos.

23h30 – Dallas Mavericks, 38% (2.20) x Utah Jazz, 64% (1.71)
Utah, hoje, vem fazendo o que o Dallas fazia há uma semana ou dez dias: ganhando de todos os que cruzam seu caminho. É mesmo excelente a fase do Jazz, com quatro vitórias consecutivas e sete nas últimas dez partidas disputadas. Os Mavs se esforçam, mas estão um tom atrás. Chegaram a ter 6-1, mas não possuem um banco de reservas tão competente como o do Utah. E outro item pró-Jazz: Joe Johnson e principalmente o pivô francês Rudy Gobert estão jogando bem demais. Histórico entre os dois: Jazz 3×0, com a última partida terminando 112×107 na prorrogação em 21 de janeiro.
Palpite:
Utah vence por 3-6 pontos.

01h30 – Portland Trail Blazers, 43% (2.05) x Boston Celtics, 63% (1.80)
E não é que o Boston parou no “caçador de gigantes” Sacramento Kings na última noite? A derrota dos Celtics surpreendeu um pouco, pois a equipe vinha crescendo e convencendo com uma série de sete vitórias seguidas. O Portland, em compensação, ganhou a última, dos Mavs, mas mostrou toda sua vocação para gangorra nas últimas partidas, terminando com um 3-4 em série que dificilmente vai levar a equipe a algum lugar. Os Celtics costumam mostrar força mesmo jogando fora de casa, como nesta noite. O único confronto direto terminou com um resultado surpreendente: vitória dos Blazers por 127×123 na prorrogação em 21 de janeiro.
Palpite: Celtics vencem por 3-6.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.