Ganhador.com

Vôlei

Liga Mundial de Vôlei 2017: Brasil é favorito contra os Estados Unidos. Confira os prognósticos para as semifinais

Foto: Divulgação FIVB

No outro duelo, França e Canadá medem forças para saber quem chega à decisão de sábado

O Brasil precisou de apenas um set para garantir a vaga na semifinal desta sexta-feira (7) na Liga Mundial de Vôlei 2017, que está sendo realizada na Arena da Baixada, o estádio do Atlético-PR, em Curitiba. A equipe dirigida pelo técnico Renan Dal Zotto sofreu com a inconstância do começo ao fim, mas conseguiu vencer a desfalcada e “suicida” seleção da Rússia por 3 sets a 2. As parciais foram de 25/18, 18/25, 21/19, 22/25 e 16/14, em 2h12 de jogo.

Já é um resultado digno de respeito. Embora natural de prever, o Brasil sequer chegou à semifinal na última vez que fez a Fase Final da Liga Mundial de Vôlei em casa, em 2015, quando apenas aplaudiu o título conquistado pela França no Rio.

O adversário do Brasil na semifinal desta sexta-feira às 15h05 será a forte seleção dos Estados Unidos, que promete oferecer uma resistência bem maior que a enfrentada por Canadá e Rússia até aqui.  O outro duelo que vale vaga na grande decisão será entre França e Canadá, a partir das 17h40, no mesmo local.

As duas chaves, assim, tiveram suas definições, com o Brasil ficando em primeiro no Grupo J, com o Canadá em segundo, enquanto a Rússia ficou fora. No Grupo K, a França garantiu a primeira colocação, com os Estados Unidos em segundo. A Sérvia, atual campeã da Liga, também já se despediu da disputa.

   

BRASIL FORTE NO ATAQUE, NEM TANTO NA DEFESA

A grande arma brasileira na partida contra a Rússia foi o ponteiro Lucarelli, o maior pontuador da Seleção, com 24 acertos (22 de ataque, um de bloqueio e um de saque). Ele sabe que o nível de exigência da semifinal terá ainda maior. “Fiquei bem feliz de ter ajudado um pouco mais. Espero continuar jogando bem para ajudar a equipe. Estou muito contente com a classificação, mas nem temos muito tempo de festejar porque a preparação é intensa. Os Estados Unidos são sempre um adversário muito perigoso”, afirmou.

“Nosso passe melhorou em relação ao primeiro jogo, nos adaptamos melhor à arena, mas sabemos que precisa melhorar cada vez mais”, avaliou Thales, o novo líbero da seleção. “Ainda erramos bastante, especialmente nos sets em que perdemos e, com isso, a Rússia cresceu. Para a semifinal, precisamos errar o mínimo possível e, assim, acredito que podemos ganhar de qualquer um.”

“A torcida jogou junto, torceu, percebemos que entendia tudo de vôlei”, elogiou o técnico Renan. “Enfim, eles fizeram o dever de casa muito bem feito e nós estamos muito felizes por essa participação. Sem dúvida, foi algo muito importante para a seleção brasileira.”

O Brasil chega até este duelo de hoje com nove partidas e seis vitórias. A seleção é a maior vencedora da Liga Mundial, com nove títulos, conquistados em 1993, 2001, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2009 e 2010. O time está em busca de seu marcante décimo título na competição – um feito realmente digno de nota e merecedor de entrar no livro dos recordes do esporte nacional.

   

PROGNÓSTICO

A grande dúvida da semifinal de hoje é saber que Brasil vamos ver. O paciente e oportunista que enfrentou o Canadá? Ou o relapso que só venceu a Rússia porque os gigantes europeus não souberam fechar o jogo no quinto set?

Esta é a grande chave. Se o Brasil souber colocar o passe na mão do levantador Bruninho, vence fácil. Bruninho hoje é um dos grandes levantadores do mundo, e sua distribuição de bolas contra a Rússia beirou à perfeição. E mesmo assim os atacantes, em especial Wallace, não aproveitaram as facilidades como deveriam.

Os Estados Unidos têm um estilo que une a força russa com a capacidade técnica do Canadá. Não é uma seleção que hoje assuste tanto. Por isso – e com uma boa dose de otimismo – vamos de Brasil vencendo por 3 sets a 1.

Na outra semifinal, a França é a franca favorita. A decisão França x Brasil é tudo o que público da Arena da Baixa espera para este sábado – e há enormes chances de ela de fato ocorrer.

   

CONFIRA A FASE FINAL DA LIGA MUNDIAL

GRUPOS:

  • J – Brasil, Canadá e Rússia
  • K – Sérvia, França e Estados Unidos

RESULTADOS:

  • 4 DE JULHO (TERÇA-FEIRA)
    Brasil 3×1 Canadá (25/21, 17/25, 25/19 e 25/19)
    França 3×2 Estados Unidos (27/25, 20/25, 26/24, 17/25 e 15/12)
  • 5 DE JULHO (QUARTA-FEIRA)
    Canadá 3×0 Rússia (25/22, 29/27 e 25/17)
    Estados Unidos 3×1 Sérvia (25/22, 25/23, 19/25 e 25/22)
  • 6 DE JULHO (QUINTA-FEIRA)
    Brasil 3 x 2 Rússia (25/18, 18/25, 25/19, 22/25 e 16/14)
    França 3 x 2 Sérvia (25/21, 25/20, 17/25, 18/25 e 15/11)

PRÓXIMOS JOGOS:

  • 7 DE JULHO (SEXTA)
    15h05 – Brasil x Estados Unidos (semifinal 1)
    17h40 – França x Canadá (semifinal 2)
  • 8 DE JULHO (SÁBADO)
    20h – Disputa do 3º lugar
    23h05 – Final

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar