Ganhador.com

Futebol

Fiel espera outros títulos do Corinthians na temporada

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Troféu do Brasileirão parece muito bem encaminhado.

Como pode a quarta força de São Paulo – em janeiro – se sagrar campeã estadual, disparar no Brasileirão e ser muito forte na Copa Sul-Americana? Esta é a realidade do Corinthians, que desbancou Atlético-MG, Palmeiras, Flamengo e outros, que eram apontados no início do ano como melhores que os alvinegros.

 

Que Brasileirão do Timão!

Campeão Brasileiro de 1990, 1998, 1999, 2005, 2011 e 2015, o Corinthians nunca largou tão bem na competição. Em onze rodadas, foram 29 de 33 pontos possíveis conquistados, invencibilidade e um aproveitamento de 88%. Nas quatro divisões do Campeonato Brasileiro, apenas a Portuguesa-RJ ainda não sentiu o gostinho amargo da derrota. Mas mesmo a Lusa Carioca só entrou em campo seis vezes até o momento. O outro que não perdeu o selinho foi o Luziânia, mas este foi incapaz de chegar à segunda fase da Série D.

Voltando à primeira divisão, são sete pontos de frente sobre o Grêmio, sendo que a partida contra o vice-líder, em Porto Alegre, já aconteceu e os visitantes prevaleceram. O sucesso de uns desperta a inveja de outros. Começaram a criticar os paulistas por ganhar muitos encontros por 1 a 0. É proibido ganhar pela diferença mínima? Ganhar de 10 a 0 vale mais pontos? O mérito de não sofrer gols foi esquecido? Ninguém tem tantos pontos ou mesmo um aproveitamento próximo dos do Parque São Jorge. Me poupe!

Pergunta para o Atlético-GO, Botafogo, Cruzeiro, Grêmio e Vitória, que perderam por 1 a 0, se eles queriam que fosse 1 a 0 a favor deles? Claro que sim! Além destes, as outras vítimas do Corinthians até o momento foram Bahia, Santos e Vasco da Gama. Os empates foram diante de Chapecoense e Coritiba.

Os méritos do técnico Fábio Carille precisam ser reconhecidos. Ele pôs cada peça da equipe para jogar. Cássio voltou a ser aquele goleiro de anos atrás. Jô está marcando um gol atrás do outro. Fagner e Jadson têm repetido grandes atuações. Rodriguinho é grande revelação, mas não se pode esquecer de Balbuena e Pablo. Muitos atletas deste elenco de 2017 já despertam o interesse do estrangeiro.

Para melhorar ainda mais o momento corintiano, só mesmo tomar o título que estava de posse do arquirrival Palmeiras e ainda ver o São Paulo descer pela primeira vez à segunda divisão.

No turno dos pontos corridos, o Timão ainda vai encarar Ponte Preta, Atlético-PR, Flamengo e Sport na Arena Corinthians e visitará Palmeiras, Avaí, Fluminense e Atlético-MG.

 

Possibilidade de título internacional

O Corinthians da Copa Sul-Americana é tão forte quanto o da liga nacional. Numa competição cuja maioria das agremiações são desconhecidas, os alvinegros têm um dos planteis mais fortes ao lado do Flamengo. Se o valor de mercado dos jogadores se traduzirá em campo até a final do mata-mata, eu não sei. O que posso dizer é que o Mosqueteiro estreou contra a tradicional Universidad de Chile e venceu tanto em São Paulo quanto em Santiago: 2 a 0 e 2 a 1. Na segunda rodada, empatou com o Patriotas, na Colômbia, e tem tudo para despachar seu rival dentro de seus domínios. Se passar, o que deverá acontecer, o próximo oponente sairá do embate entre Racing e Independiente de Medellín. Os argentinos ganharam os primeiros 90 minutos por 3 a 1, na Grande Buenos Aires.

 

Bela campanha no Paulistão

O Corinthians surpreendeu os favoritos, desbancou a “queridinha” Ponte Preta e começou o ano se sagrando campeão estadual. Ao longo da campanha, o Mosqueteiro somou sete vitórias, três empates e duas derrotas na fase de classificação. O Timão não perdeu nenhum clássico e seus revezes foram para Santo André e Ferroviária. No mata-mata, sempre ganhou fora e empatou em Itaquera: 1 a 0 e 0 a 0 com o Botafogo, 2 a 0 e 1 a 1 com o São Paulo e 3 a 0 e 1 a 1 com a Ponte Preta.

 

Eliminado invicto na Copa do Brasil

A campanha na Copa do Brasil não foi brilhante e as penalidades máximas, que evitaram um vexame, acabaram sendo cruéis com o Timão. A estreia foi com um triunfo magro sobre a Caldense por 1 a 0, em Poços de Caldas. No interior de Santa Catarina, os paulistas apenas empataram sem gols com o Brusque e prevaleceram nos pênaltis por 5 a 4. Na sequência, o Corinthians passou pelo Luverdense: 2 a 0 e 1 a 1. A desclassificação aconteceu na eliminatória contra o Internacional. Após duas igualdades em 1 a 1, os paulistanos perderam por 4 a 3 nos pênaltis.

 

A Fiel espera terminar o ano com a as conquistas do Brasileirão, Copa Sul-Americana e Paulistão!

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar