Ganhador.com

Brasileirão Série A

Em G-7 que virou G-8 e que ainda pode virar G-9 no Brasileirão, Botafogo tenta afastar crise com vitória sobre o Cruzeiro e vaga na Libertadores

Botafogo
Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Clube da Estrela Solitária depende de suas próprias forças para disputar pelo segundo ano consecutivo a competição continental; em clima de férias, Cruzeiro terá time bastante modificado na partida final da temporada

O Grêmio se sagrou campeão da Copa Libertadores de 2017, mas garanto para vocês que não foi só a parte azul do Rio Grande do Sul que celebrou o tricampeonato do Tricolor Gaúcho. Isso porque o título gremista aumentou uma vaga para as preliminares da competição continental através do Campeonato Brasileiro. O antigo G-7 virou G-8 e agora oito times brigam por três vagas. É claro, ainda sem contarmos com a possibilidade de o Flamengo ganhar a Copa Sul-Americana, o que ampliaria para G-9. Um dos postulantes à vaga é o Botafogo, que tem como último ato na temporada carimbar o passaporte e minimizar a pressão da torcida em razão dos recentes maus resultados. O alvinegro carioca recebe neste domingo (3 de dezembro), no Nilton Santos, o já classificado e de “férias” Cruzeiro.

 

Hora de reagir

Até onde deu o Botafogo levou a temporada. Depois de surpreender na Copa Libertadores, chegando até as quartas de finais, o clube de General Severiano sentiu a falta do que todo grande clube necessita quando o ano “aperta”: elenco. Com peças contadas, Jair Ventura viu sua equipe cair de rendimento no segundo semestre, seja por escassez de atletas, contusões e maus desempenhos. Atualmente em oitavo lugar, a equipe amarga quatro jogos sem vitórias no Brasileirão, sendo três derrotas.

Por isso, nada melhor do que jogar no Engenhão, casa do clube, para garantir a vaga na Libertadores, não é?! Teoricamente sim, mas as recentes performances no estádio têm dado calafrios. Depois de uma vitória maiúscula sobre o Corinthians, no meio de outubro, o time da Estrela Solitária caiu no limbo, perdendo três jogos consecutivos no local: para Fluminense, Atlético Paranaense e Atlético Goianiense.

Assim, o clube ocupa a modesta 10ª posição entre os mandantes do Nacional. A equipe tem 53,7% de aproveitamento, com nove vitórias em 18 jogos atuando no Rio de Janeiro. O Corinthians, líder no quesito e campeão antecipado do torneio, conta com 71,9%.

 

A matemática

Mas aí nós nos perguntamos: e se o Botafogo mais uma vez não fizer sua parte? Bom, o clube terá que torcer para que os seus rivais também tropecem na rodada final do Brasileirão. Para confirmar a classificação mesmo em caso de derrota, o Fogão teria que ver a Chapecoense, que joga em casa contra o ameaçado Coritiba, e o Atlético Mineiro, que pega um Grêmio em festa, ficarem com um empate. A mesma situação teria que ocorrer no jogo São Paulo x Bahia, que fazem o jogo de seis pontos no Morumbi.

 

Na boa

O Botafogo terá pela frente um Cruzeiro praticamente em férias. Se isso é bom ou ruim, saberemos ao final dos 90 minutos. Mas é certo que o time celeste não tem mais o que fazer no campeonato. Garantido na Libertadores do ano que vem com o título da Copa do Brasil e quinto colocado no Brasileirão com 56 pontos, a Raposa aguarda o último jogo para curtir o período de festas de fim de ano. O clima de descontração é tanto que jogadores que contam com dores musculares ou pequenas lesões, que poderiam ir para o “pau” em caso de decisão, devem ser poupados. Nomes como Rafael Sobis e o goleiro Fábio devem iniciar o período de descanso mais cedo.

Por outro lado, há jogadores que querem agarrar a chance com o técnico Mano Menezes. É o caso do lateral Bryan, titular da posição desde a saída de Diogo Barbosa para o Palmeiras. Com o retorno de Egídio ao clube na próxima temporada, o garoto precisará mostrar o seu valor logo, logo.

 

Negociações

Apesar de a temporada não ter se encerrado oficialmente, os dois clubes já começam a agitar o mercado. Pelo lado do Botafogo, o clube busca um atacante para repor a saída de Roger, que assinou com o Internacional. A bola da vez é Rafael Moura, o He-Man, que está na reserva do Atlético Mineiro. Outra saída bastante sentida deve ser do volante Bruno Silva, que chama a atenção justamente do adversário de logo mais e pode pintar na Toca da Raposa em 2018. Será que vai dar negócio?

 

Jogos da 38ª rodada do Brasileirão 2017

Domingo, 3 de dezembro

  • 17:00 – Botafogo x Cruzeiro – Palpite: empate
  • 17:00 – Vasco x Ponte Preta – Palpite: Vasco
  • 17:00 – Santos x Avaí – Palpite: Santos
  • 17:00 – São Paulo x Bahia – Palpite: São Paulo
  • 17:00 – Sport x Corinthians – Palpite: empate
  • 17:00 – Atlético Paranaense x Palmeiras – Palpite: empate
  • 17:00 – Atlético Mineiro x Grêmio – Palpite: Atlético Mineiro
  • 17:00 – Vitória x Flamengo – Palpite: Vitória
  • 17:00 – Atlético Goianiense x Fluminense – Palpite: Fluminense
  • 17:00 – Chapecoense x Coritiba – Palpite: Chapecoense

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar