Ganhador.com

Copa do Brasil

Em busca de uma vaga na grande final da Copa do Brasil, Grêmio e Cruzeiro se enfrentam em Porto Alegre

Donos de um dos melhores jogos do primeiro turno do Campeonato Brasileiro (empate em 3 a 3), Grêmio e Cruzeiro se reencontram hoje prometendo mais um duelo memorável.

FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Depois dos resultados do último final de semana pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro (leia aqui) que deixaram o Corinthians ainda mais perto do título nacional, Grêmio e Cruzeiro concentram suas energias na disputa da semifinal da Copa do Brasil. Para as duas equipes, a competição é, no momento, o caminho mais curto para uma vaga na Libertadores 2018 – objetivo imediato dos técnicos Renato Gaúcho e Mano Menezes. Pelo primeiro turno do Brasileirão, os times empataram em 3 a 3 no Mineirão, naquele que pode ser considerado um dos melhores jogos do campeonato até aqui. Isso só aumenta a expectativa para um grande jogo, hoje, a partir das 21:45 na Arena Grêmio (Globo, e SporTV). As equipes irão a campo com força máxima e nosso palpite é de um jogo que será decidido nos detalhes.

 

Mirando o bicampeonato

Depois de perder a chance de reduzir a diferença  que o separa do líder Corinthians – mesmo que provisoriamente – de 8 para 5 pontos no último final de semana, o técnico Renato Gaúcho deixou claro que sua estratégia daqui pra frente será poupar os titulares nas semanas em que houverem partidas dos mata-mata que ainda disputa (Copa do Brasil e Libertadores), deixando para a “garotada” a tarefa de defender o Grêmio no Campeonato Brasileiro. Com chances remotas de título no torneio de pontos corridos – apesar das 18 rodadas restantes – o técnico está focado na conquista do bicampeonato da Copa do Brasil e com ela a vaga para a Libertadores 2018. Para isso, precisa passar pelo Cruzeiro nas semifinais e, depois, encarar o vencedor de Botafogo e Flamengo – que também jogam hoje.

Considerado por muitos o time que joga o melhor futebol no Brasil neste momento, o Grêmio recebe o Cruzeiro com sua força máxima depois de poupar os titulares no último domingo. Renato Gaúcho terá apenas uma dúvida na escalação do time: Luan. Em meio a uma negociação com o Spartak, de Moscou, o talentoso meia-atacante pode ficar de fora do duelo caso sua venda seja concluída antes do jogo. No mais, o Grêmio terá em campo sua melhor formação para tentar – a exemplo do que fez nas outras fases da Copa do Brasil – “definir” a vaga no primeiro jogo.

 

Última chance de título no ano

Depois de uma série de resultados ruins no Brasileirão – dos últimos 15 pontos disputados, conquistou apenas 5 –, o técnico Mano Menezes sabe que a Copa do Brasil é a sua última chance de título com o Cruzeiro em 2017. Sem chances de alcançar o líder Corinthians no Brasileirão, a equipe mineira pode ainda buscar uma vaga no G-6 e – com muita sorte – no G-4. Nada além disso.

Mas, embora venha tendo um desempenho apenas mediano no Brasileirão, a performance do Cruzeiro na Copa do Brasil pode deixar sua torcida esperançosa. Sem vaga na Libertadores deste ano, o time mineiro precisou disputar o mata-mata desde seu início e chegou até aqui deixando pelo caminho as equipes do Volta Redonda, São Francisco, Murici (de Alagoas), São Paulo, Chapecoense e Palmeiras. A estratégia bem-sucedida da Raposa vem sendo a de “definir” no primeiro jogo. E Mano Menezes já avisou que não mudará a forma do Cruzeiro jogar hoje contra o Grêmio.

Sem poder contar com o atacante Sassá – que disputou o torneio pelo Botafogo –, o Cruzeiro deverá ir a campo numa típica formação à la Mano Menezes: o meio campo coalhado de volantes e o atacante Rafael Sóbis fazendo as vezes de falso 9, voltando também para fechar os espaços durante a fase defensiva. E, verdade seja dita, por mais chato que seja ver este tipo formação, os resultados falam por si.

 

Nosso prognóstico

O Grêmio vem definindo seus jogos durante a Copa do Brasil como mandante. O Cruzeiro fez o mesmo, mas como visitante. A previsão para o duelo de hoje é de que as duas equipes busquem o resultado – os mineiros procurando o gol “qualificado” fora de de casa e os gaúchos uma boa vantagem para jogarem “com o regulamento embaixo do braço” em Minas. É fato que nenhuma das duas equipes partirá pra cima da outra de forma enlouquecida. São times grandes e de muita qualidade. Vencerá quem errar menos. O Grêmio joga em casa e tem sido mais consistente que o Cruzeiro nesta temporada. Dificilmente deixará a vitória escapar. Caberá a Raposa “minimizar o estrago” e deixar a decisão para a partida decisiva no Mineirão.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar