Ganhador.com

Brasileirão Série A

De volta à briga por uma vaga na Libertadores, São Paulo e Bahia se enfrentam no Morumbi

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Tricolores se beneficiam da conquista do Grêmio, e agora torcem pelo Flamengo na Sul-Americana

O título da Libertadores conquistado pelo Grêmio na última quarta-feira abriu a oitava vaga para um time brasileiro na edição de 2018, e este número ainda poderá ser ampliado se o Flamengo superar o Independiente na decisão da Copa Sul-Americana. Sendo assim, equipes que já estavam fora da  briga pela classificação ganharam uma nova perspectiva. É este o caso de São Paulo e Bahia, que se enfrentam no próximo domingo (03), às 17 horas (horário de Brasília), no Morumbi. Com 49 pontos somados, os times fazem campanhas praticamente idênticas, com um ligeira vantagem de três gols de saldo para os baianos, que ocupam a 11ª colocação, enquanto os paulistas aparecem logo atrás. O vencedor poderá chegar à mesma pontuação do Botafogo, time que fecha o G-8.

 

Expectativa de 60 mil pessoas na despedida de Lugano

Como forma de agradecer o apoio do torcedor durante a luta contra o rebaixamento, a diretoria são-paulina reduziu o preço dos ingressos para um real, e a última partida do ano será disputada com casa cheia. O incentivo será muito bem-vindo, já que o time terá pela frente um adversário que pode dar trabalho, e a vitória ganhou uma nova importância em função dos acontecimentos dos últimos dias.

Entretanto, o São Paulo entrará em campo com um time muito longe do ideal. Dois de seus principais jogadores não estarão à disposição do técnico Dorival Júnior. Com lesões na coxa, Hernane e Pratto já não vinham atuando nas últimas rodadas, e sem perspectiva de recuperação até o dia do jogo, novamente darão lugar aos garotos Shaylon e Brenner. Além da dupla, o meia Lucas Fernandes também sentiu um incômodo, e pode ser mais uma baixa para o comandante administrar. Quem deve começar entre os titulares é o experiente zagueiro Lugano, que fará sua última partida com a camisa Tricolor.

 

Bahia fraqueja na reta final

O triunfo do Bahia no clássico contra o Vitória pela trigésima rodada marcou o início de uma sequência positiva que dava a impressão de que levaria o time até a classificação para a Libertadores. E o Tricolor, de fato, poderia estar no pelotão de Flamengo, Vasco e Botafogo se não tivesse cometido dois deslizes no momento mais crucial do campeonato. As derrotas para o Sport e a Chapecoense quebraram uma invencibilidade de seis partidas, e fizeram com que a diferença de pontuação em relação ao último time do G-7, que na ocasião era o Flamengo, aumentasse de um para quatro pontos. De quebra, contribuíram para que a equipe catarinense, uma concorrente direta, se fortalecesse na disputa. Assim, os baianos chegam à última rodada em uma condição difícil, precisando vencer e torcer por tropeços de Botafogo, Chapecoense e Atlético Mineiro, o que os deixa com 2% probabilidade de classificação, mas vale lembrar que mais uma vaga ainda poderá ser aberta caso o Flamengo conquiste o título da Copa Sul-Americana.

O time que enfrentará o São Paulo não terá Zé Rafael e Eduardo, suspensos. Seus substitutos devem ser Régis e Eder. O Bahia é o segundo pior mandante do campeonato, com apenas três vitórias em dezoito partidas, e um aproveitamento de 27,7%.

 

Retrospecto

São Paulo e Bahia ficaram quase três anos sem se enfrentar, entre outubro de 2014 e agosto de 2017, quando aconteceu a partida do primeiro turno. Jogando na Fonte Nova, o Tricolor da Boa Terra se impôs para vencer por 2×1. Nos três embates anteriores, porém, foram os paulistas que levaram a melhor.

Um fato curioso é que os duelos entre os Tricolores raramente terminam empatados. A última igualdade aconteceu no distante ano de 2003. De lá pra cá, os times já se enfrentaram doze vezes, com sete vitórias do São Paulo e cinco do Bahia.

Últimos jogos

  • 06/08/17 – Bahia 2×1 São Paulo
  • 18/10/14 – São Paulo 2×1 Bahia
  • 16/07/14 – Bahia 0x2 São Paulo
  • 20/10/13 – Bahia 0x1 São Paulo
  • 10/07/13 – São Paulo 1×2 Bahia

 

Prováveis escalações

São Paulo: Sidão; Éder Militão, Lugano, Rodrigo Caio e Edimar; Jucilei; Petros, Shaylon, Cueva e Marcos Guilherme; Brenner.

Bahia: Jean; Éder, Tiago, Thiago Martins e Juninho Capixaba; Edson e Matheus Sales; Allione, Régis e Mendoza; Edigar Junio

 

Palpite

Fosse há três ou quatro rodadas, seria bem mais difícil apontar um favorito para este duelo, já que os dois times vinham em ascenção. Depois do que aconteceu nos dois últimos jogos, no entanto,  o São Paulo chega mais fortalecido. O Tricolor paulista vem de uma vitória difícil, de virada, contra o Coritiba no Couto Pereira, e agora jogando em casa, com o apoio de 60 mil torcedores, tem tudo para encerrar sua participação no campeonato com mais um triunfo.

 

Jogos da 38ª rodada do Campeonato Brasileiro 2017

Domingo, 3 de dezembro

  • 17:00 – Botafogo x Cruzeiro – Palpite: Empate
  • 17:00 – Vasco x Ponte Preta – Palpite: Vasco
  • 17:00 – Santos x Avaí – Palpite: Santos
  • 17:00 – São Paulo x Bahia – Palpite: São Paulo
  • 17:00 – Atlético Mineiro x Grêmio – Palpite: Atlético Mineiro
  • 17:00 – Atlético Paranaense x Palmeiras – Palpite: Empate
  • 17:00 – Sport x Corinthians – Palpite: Corinthians
  • 17:00 – Vitória x Flamengo – Palpite: Flamengo
  • 17:00 – Atlético Goianiense x Fluminense – Palpite: Empate
  • 17:00 – Chapecoense x Coritiba – Palpite: Empate

 

Classificação do Campeonato Brasileiro 2017

  1. Corinthians, 72 – Campeão,Libertadores
  2. Palmeiras, 63 – Libertadores
  3. Grêmio, 62 – Libertadores
  4. Santos, 62 – Libertadores
  5. Cruzeiro, 56 – Pré-Libertadores
  6. Flamengo, 53 – Pré-Libertadores
  7. Vasco, 53 – Pré-Libertadores
  8. Botafogo, 52 – Pré-Libertadores
  9. Chapecoense, 51 – Copa Sul-Americana
  10. Atlético Mineiro, 51 – Copa Sul-Americana
  11. Bahia, 49 – Copa Sul-Americana
  12. São Paulo, 49 – Copa Sul-Americana
  13. Atlético Paranaense, 48 – Copa Sul-Americana
  14. Fluminense, 46 – Copa Sul-Americana
  15. Vitória, 43
  16. Coritiba, 43
  17. Sport, 42 – Série B
  18. Avaí, 42 – Série B
  19. Ponte Preta, 39 – Série B
  20. Atlético-GO, 35 – Série B

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar