Vôlei

Copa dos Campeões de Vôlei Masculino: Brasil perde de virada para a fraca Itália

Foto: Grand Champions Cup 2017 FIVB / Site Oficial

Seleção de Renan dal Zotto consegue o mais difícil: vence a França, mas é derrotada por 3 sets a 2 pela desfalcada Azzurra

O vôlei masculino está de cabeça para baixo no Japão, onde está sendo realizada a Copa dos Campeões. Vindo de vitória na primeira partida e dando sinais de que ganharia com facilidade o seu segundo jogo na competição, a seleção brasileira sofreu uma pane e foi derrotada de virada pela Itália por 3 sets a 2, parciais de 15/25, 27/25, 27/25, 18/25 e 15/12. A partida foi realizada em Nagóia e durou 2h08min.

 

Uma das razões de tamanha surpresa foi a equipe que a Itália levou à quadra: um time fraco a ponto de ter sido superado pelo Irã na estreia da competição. Os dois principais atacantes italianos do momento, o badalado Zaytsev e o explosivo Juantorena, não estão na competição. A bola ficou toda na mão do talentoso levantador Simone Giannelli, que deu conta do recado e foi um dos grandes nomes da partida.

Falhas no ataque e no passe

O Brasil fez nesta terça (12) contra a França aquele que talvez tenha sido seu melhor jogo de 2017. Não dá para dizer que tenha sido o pior, mas a partida desta quarta (13) contra a Itália chamou a atenção pela baixa eficiência tanto no ataque quanto na recepção. Não houve um momento sequer da partida em que esses dois fundamentos tenham funcionado da maneira como o Brasil precisava.

 

O primeiro set foi vencido pelo Brasil por 25/15 em uma parcial que sugeria um massacre, mas uma olhada rápida nos números já dava para entender o que estava acontecendo: a Itália propunha mais as ações, e por isso errava mais e deixava o Brasil na frente do placar. Quando os italianos pararam de falhar tanto, a partida mudou.

 

Os dois sets seguintes foram vencidos pela Azzurra, que repetiu o apertado placar de 27/25 em ambos.

 

O Brasil melhorou bastante no quarto set porque Wallace, responsável pela maioria dos ataques acionados pelo levantador Bruninho, esteve eficiente como costuma ser. A seleção de Renan dal Zotto entrou no quinto set dando sinais firmes de que poderia ganhar mesmo jogando mal, mas foi aí que a Itália fechou a partida em 15/12, abusando da eficiência do grande nome ofensivo desta rodada, o oposto Luca Vettori. Ele foi responsável por nada menos que 27 pontos, mais que um set inteiro. Vettori não acabou sendo apenas uma máquina de dar cortadas (21, ao todo). Ele fez também dois aces e quatro pontos de bloqueio.

 

Irã é o inacreditável líder

A ordem de forças do vôlei masculino está mesmo atravessando fortes mudanças. E quem mais diria que uma competição chamada Copa dos Campeões, com a presença de Brasil, Itália, França e Rússia, teria o Irã como primeiro colocado depois de duas rodadas?

 

A surpreendente liderança foi obtida com a vitória iraniana sobre os Estados Unidos por 3 sets a 2, também nesta quarta (13). O Irã já havia vencido a Itália na estreia pelo mesmo placar e agora é a única a ganhar duas partidas. EUA, Brasil, França e Itália têm uma vitória cada uma e ocupam exatamente essas colocações mediante os critérios de desempate. Ou seja: o Brasil por enquanto é o terceiro colocado. Seleção da casa, o Japão é o único país com duas derrotas em dois jogos.

 

A grande atração da Copa dos Campeões daqui por diante será saber como vai se comportar a seleção do Irã, que agora terá toda a pressão de confirmar se é ou não ou candidato ao título. E o próximo desafio já é digno de agitar a madrugada do fanático por vôlei: será exatamente contra o Brasil, às 0h40 (de Brasília) desta sexta (15). O jogo será transmitido ao vivo pelo canal da Federação Internacional de Vôlei no YouTube.

 

A quinta-feira será dia de folga e de viagens para as seleções que vão trocar de cidade no Japão. O Brasil, vale reforçar, busca seu tetracampeonato na Copa dos Campeões. A seleção ganhou o torneio em 1997, contra a Holanda, e em 2005, 2009 e 2013, ante EUA, Cuba e Rússia. E agora briga pela taça contra o Irã. Quem diria.

Os jogos do Brasil na Copa dos Campeões do Japão

Terça (12) – Brasil 3×0 França (27/25, 27/25 e 25/22)

Quarta (13) – Itália 3×2 Brasil (15/25, 27/25, 27/25, 18/25 e 15/12)

Sexta (15) – Brasil x Irã, às 0h40

Sábado (16) – Brasil x Estados Unidos, às 0h40

Domingo (17) – Brasil x Japão, às 6h15

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.