Ganhador.com

Brasileirão Série C

Confira os destaques das Séries C e D do Brasileirão!

Fotos: Manoel Façanha / Divulgação Rio Branco FC

O Rio Branco-AC é o único com 100% de aproveitamento.

Na terceira e quarta divisões do Campeonato Brasileiro, o grande destaque é o Rio Branco-AC, que tem quatro vitórias em igual número de jogos no grupo A3 da Série D. Suas vítimas foram o Gênus-RO (duas vezes), o São Francisco-PA e o São Raimundo-RR. Confira abaixo um panorama do verdadeiro futebol raiz.

 

Série C: CSA e Volta Redonda na ponta

Após cinco rodadas realizadas, nenhuma agremiação ainda mantém o selinho de invencibilidade na Terceirona. CSA, Fortaleza e Volta Redonda são os únicos que alcançaram os dez pontos ganhos.

Os alagoanos encabeçam a chave A, pois têm melhor saldo de gols que os cearenses. Botafogo-PB e Remo completam o G-4. Sampaio Corrêa e Confiança prometem lugar para entrar neste seleto grupo que irá disputar o acesso a segundona de 2018.

Na B, o Volta Redonda tem dois pontos de margem para Botafogo-SP, Ypiranga e Bragantino, que estão dentro da zona de classificação. Tupi e São Bento têm a mesma pontuação mas os critérios de desempate não os colocariam no emparelhamento dos playoffs se a primeira etapa acabasse hoje.

 

Série C: Mogi-Mirim tem a pior campanha

O Mogi-Mirim parece um navio à deriva. Rebaixado para a 3a divisão do Paulistão, o Sapo passa por maus momentos também no Brasileirão. Em cinco partidas, os alvirrubros conquistaram apenas um ponto. Marcelo Veiga, técnico que iniciou o ano trabalhando na instituição e que foi demitido em março, reestreou com derrota frente ao Ypiranga, em Erechim. Junto com o velho novo treinador, chegaram oito atletas, entre eles Moradei (ex-Corinthians) e Cristian (ex-Ponte Preta).

No grupo B, além dos paulistas, Joinville, Tombense e Macaé estão no Z-4. O representante fluminense sofre com a escassez de recursos após a dramática queda nos royalties do petróleo.

No chave A, o tradicional Moto Club está entre os quatro últimos colocados, junto com Salgueiro, finalista do Estadual pernambucano, ASA e Cuiabá.

 

Série D: Rio Branco-AC, o primeiro classificado

O regulamento da 4a divisão é simples. Após turno e returno nos quadrangulares regionalizados, os vencedores de grupo e os 15 melhores segundos colocados avançarão ao mata-mata. Após quatro das seis rodadas da primeira fase, apenas o Rio Branco-AC está classificado, pois conquistou todos os quatro triunfos. O ataque marcou dez gols e a defesa sofreu cinco. Seus rivais não têm muita tradição (São Francisco-PA, São Raimundo-RR e Gênus). Vamos ver se os alvirrubros manterão o pique nos playoffs, principalmente quando cruzarem com equipes do sul e do sudeste.

 

Série D: Portuguesa-SP Mal

Quanto mais se cava, mais fundo fica o poço. Com apenas uma vitória em quatro pelejas, a Lusa parece que morrerá na praia sem sequer sobreviver à primeira fase. Na chave A13, a liderança é do tradicional Bangu com sete pontos, dois a mais que os também conhecidos Desportiva e Villa Nova-MG.

 

Série D: América-RN adiou a classificação

No grupo A9, o América-RN tinha 100% de aproveitamento até perder para o Jacobina no último fim de semana, no interior do estado da Bahia. A vaga na segunda fase foi adiada. Quem faz péssima campanha neste quadrangular é o Sergipe, que finalmente saiu do zero ao bater o Murici, no Batistão.

 

Série D: Times do Rio de Janeiro bem

Além do Bangu, Portuguesa-RJ e Boavista fazem boas campanhas. A Zebra carioca lidera a chave A12 e está invicta. Se bater o Audax-SP em casa no sábado, estará classificada. Itumbiara e URT completam o grupo

No A14, Red Bull Brasil e Boavista têm os mesmos sete pontos. Espírito Santo e Caldense correm atrás dos ponteiros.

 

Série D: Equilíbrio na chave A6

Após duas apresentações em casa e duas fora para cada agremiação, Parnahyba, América-PE, Globo e Guarani de Juazeiro possuem os mesmos seis pontos. Os piauienses lideram no saldo de gols. Restam duas rodadas para desempatar.

 

Série D: Fluminense-BA surpreende o Campinense

O Campinense está tendo uma dificuldade maior do que a esperada para se impor no grupo A8. Os paraibanos têm apenas cinco pontos e estão há três do quadro de Feira de Santana. Atlético-PE e Itabaiana ameaçam a agremiação da cidade da maior festa junina do país, pois estão apenas um ponto atrás.

 

Série D: São Bernardo faz a alegria dos paulistas

O São Bernardo tem o melhor desempenho entre os clubes de São Paulo. O Bernô lidera o quadrangular 16 com nove pontos, três a mais que o Internacional de Lages. O Novo Hamburgo, campeão gaúcho, soma apenas quatro.

No grupo A17, o Ituano é o vice-líder com sete pontos. O ponteiro é o São José-RS, que acumula nove.

Na chave A15, o XV de Piracicaba faz campanha ridícula com um triunfo e três revezes, o último diante de sua torcida contra o Operário-PR, líder, com nove.

 

Classificação da Série C após a 5ª rodada:

Grupo A:

  1. CSA – 10
  2. Fortaleza – 10
  3. Botafogo-PB – 8
  4. Remo – 8
  5. Sampaio Corrêa – 8
  6. Confiança – 7
  7. Moto Club – 4
  8. Salgueiro – 4
  9. ASA – 4
  10. Cuiabá – 4

Grupo B:

  1. Volta Redonda – 10
  2. Botafogo-SP – 8
  3. Ypiranga – 8
  4. Bragantino – 8
  5. Tupi – 8
  6. São Bento – 8
  7. Joinville – 6
  8. Tombense – 5
  9. Macaé – 4
  10. Mogi-Mirim – 1

 

Classificação da Série D após a 4ª rodada:

Grupo A1:

  1. Atlético-AC – 10
  2. Princesa do Solimões – 6
  3. Trem – 6
  4. Real Desportivo – 1

Grupo A2:

  1. São Raimundo-PA – 9
  2. Gurupi – 5
  3. Fast – 5
  4. Baré – 3

Grupo A3:

  1. Rio Branco-AC – 12 – 2a fase.
  2. São Francisco-PA – 5
  3. São Raimundo-RR – 2
  4. Gênus – 2

Grupo A4:

  1. Altos – 7
  2. Santos-AP – 7
  3. Tocantins – 4
  4. Cordino – 4

Grupo A5:

  1. Maranhão – 7
  2. Guarany de Sobral – 7
  3. River – 6
  4. Potiguar de Mossoró – 2

Grupo A6:

  1. Parnahyba – 6
  2. América-PE – 6
  3. Globo – 6
  4. Guarani de Juazeiro – 6

Grupo A7:

  1. Juazeirense – 8
  2. Sousa – 5
  3. Coruripe – 4
  4. Central – 4

Grupo A8:

  1. Fluminense-BA – 8
  2. Campinense – 5
  3. Atlético-PE – 4
  4. Itabaiana – 4

Grupo A9:

  1. América-RN – 9
  2. Murici – 6
  3. Jacobina – 6
  4. Sergipe – 3

Grupo A10:

  1. Ceilândia – 7
  2. Comercial-MS – 7
  3. Anápolis – 3
  4. Sinop – 3

Grupo A11:

  1. Luziânia – 8
  2. União Rondonópolis – 7
  3. Aparecidense – 6
  4. Sete de Dourados – 1

Grupo A12:

  1. Portuguesa-RJ – 10
  2. Itumbiara – 7
  3. URT – 6
  4. Audax-SP – 0

Grupo A13:

  1. Bangu – 7
  2. Desportiva – 5
  3. Villa Nova-MG – 5
  4. Portuguesa-SP – 4

Grupo A14:

  1. Red Bull Brasil – 7
  2. Boavista – 7
  3. Espírito Santo – 5
  4. Caldense – 3

Grupo A15:

  1. Operário-PR – 9
  2. Brusque – 7
  3. São Paulo-RS – 4
  4. XV de Piracicaba – 3

Grupo A16:

  1. São Bernardo – 9
  2. Internacional de Lages – 6
  3. Novo Hamburgo – 4
  4. Foz do Iguaçu – 4

Grupo A17:

  1. São José-RS – 9
  2. Ituano – 7
  3. Metropolitano – 4
  4. PSTC – 3

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar