NBA

Na final contra o Golden State Warriors, o Cleveland Cavaliers é zebra SIM. Alguém discorda?

Foto: Gregory Shamus/Getty Images

LeBron James abre a semana da sua oitava final de NBA – a sexta como azarão

E chegou a semana que todo mundo do basquete esperava. A partir desta quinta (1º), Golden  State Warriors e Cleveland Cavaliers largam para uma decisão de NBA inesquecível por dezenas de motivos que vamos descrever daqui até a bola final.

Preparem-se para acompanhar nossa cobertura de fôlego com tudo o que vai acontecer de melhor em Cleveland, Oakland (sede do Golden State) ou onde tiver uma história interessante para contar – e também com as análises caprichadas da nossa equipe que acompanhou com total atenção esta temporada que agora vai chegando ao fim.

E para arrancar esta semana tão especial com uma pergunta das mais importantes, vamos então lançar: o Golden State é favorito desta vez?

Para a gente, sim. E vamos além. Os Cavs precisam desde hoje assumir o papel de zebra. Não há nada que indique vantagem do Cleveland sobre este verdadeiro “dream team” que o Golden State tem usado nesta temporada. Vamos puxar o que ocorreu nas finais do ano passado, com o histórico 4-3 dos Cavs sobre os Warriors depois de virar o 3-1 que já encaminhava a conquista para o Golden State.

   

O FATOR DURANT

Os Warriors não tinham então a peça que hoje é capaz de maltratar todas as defesas. Totalmente recuperado da lesão sofrida em março, Kevin Durant está jogando bem como nunca. Vamos reiterar. Ele não é somente um reforço de peso. Os Warriors incorporaram alguém que simplesmente já foi MVP de Temporada Regular (13/14), bicampeão olímpico (2008 e 2012) e cestinha da NBA por quatro temporadas! Estamos falando de um monstro entre várias outras feras. Ao lado de Durant, vemos Curry, Thompson, Igoudala e Green. Ou seja: cinco jogadores nível AAA.

E o Cleveland, quantos tem?

Superlativos como esses e LeBron, apenas e tão somente Kyrie Irving e Kevin Love. O desnível já vem daí – da quantidade de estrelas em cada equipe, e a campanha de ambos os times até aqui é um grande sinal disso.

O aproveitamento dos Warriors na temporada regular foi de 82% contra 62% dos Cavs – uma diferença significativa que serve de excelente parâmetro para o que veio a seguir. Depois deste absurdo desempenho, o Golden State ainda emplacou uma invencibilidade de 12-0 nos playoffs. Os Cavs também apertaram o passo nas séries decisivas e chegam a esta semana com um 12-1 no mesmo período.

   

LEBRON, O AZARÃO

Nossa menção final vai para LeBron James, o Michael Jordan dos tempos atuais, alguém que sabe muito bem o que é vestir a capa de super-herói – ou seja, a camisa 23 – e sair quebrando as bancas por aí.

Vejam que interessante: este 2017 que vivemos hoje marca exatos dez anos da sua estréia nas finais da NBA. Dez anos e oitava presença na final; olha só de que monstro estamos falando!

Nessas sete finais anteriores, LeBron chegou como azarão simplesmente em cinco delas. Vamos repassar todas as decisões de “King James” e mostrar como ele talvez até já se sinta confortável vestido de zebra?

  • 2007 – LeBron jogava no Cleveland varrido por 4-0 pelos Spurs, então enorme favoritos.
  • 2011 – A primeira das duas finais que James entrou como eventual ganhador. E foi logo a pior delas: derrota do seu Heat para Dallas por 4-2.
  • 2012 – O Thunder entrou na final com mais vitórias e melhor playoff. Mas deu Heat. Deu LeBron, campeão pela primeira vez: 4-2.
  • 2013 – O Miami de “King James” era favorito ante os Spurs e cacifou a condição: 4-3. LeBron bi.
  • 2014 – Os Spurs eram muito superiores ao Heat de LeBron: o 4-1 ficou barato.
  • 2015 – O primeiro dos três Cavs-Warriors contava com favoritismo do Golden State. E, imitando Everaldo Marques, bingo! 4-2 pro GSW.
  • 2016 – Mesma situação do ano anterior, com os Warriors chegando às finais com números melhores que os dos Cavs. Mas o final foi diferente. LeBron brilhou e a série foi fechada no histórico 4-3 que rendeu seu tricampeonato na NBA.

E agora, como vai ser? Chega logo, dia 1º!

   

As datas das finais da NBA são:

  • 01/06 – Jogo 1 – 22h – Golden  State Warriors x Cleveland  Cavaliers
  • 04/06 – Jogo 2 – 21h – Golden  State Warriors x Cleveland  Cavaliers
  • 07/06 – Jogo 3 – 22h – Cleveland Cavaliers x Golden  State Warriors
  • 09/06 – Jogo 4 – 22h – Cleveland Cavaliers x Golden  State  Warriors
  • 12/06 – Jogo 5 * – 22h – Golden  State Warriors x Cleveland Cavaliers
  • 15/06 – Jogo 6 * – 22h – Cleveland Cavaliers x Golden  State Warriors
  • 18/06 – Jogo 7 * – 22h – Golden  State Warriors x Cleveland Cavaliers
    * Se necessários

 

Comentários

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Golden State Warriors x Cleveland Cavaliers: como Stephen Curry chega para a decisão? | Ganhador.com

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.