UFC

Brasil tem noite decisiva no UFC Long Island com Thominhas, Cowboy, Sapo e Pepey

Foto: Divulgação/UFC

O UFC que acontece neste sábado, em Long Island, Nova York (EUA), conta com quatro brasileiros em ação. Thomas Almeida, Rafael Natal, Alex Cowboy e Godofredo Pepey sobem ao octógono para representarem o país no show liderado pelo combate entre Chris Weidman e Kelvin Gastelum. Mais do que acompanhar uma luta de alto nível pela categoria dos médios, o show serve para acompanhar um passo importante na trajetória dos atletas brasileiros no octógono do UFC.

Thomas Almeida

O brasileiro ainda é tido como grande esperança brasileira na categoria dos galos mesmo depois de sua primeira derrota no octógono. Até ser derrotado por Cody Garbrandt (atual campeão da divisão) em maio do ano passado, Thominhas era a principal promessa do país no octógono. Depois do revés por nocaute contra o americano, o paulista voltou ao octógono, venceu com mais um nocaute, sua marca registrada, e agora que é o nono colocado no ranking dos galos do UFC, encara o top 5 Jimmie Rivera. O combate promete ser duríssimo, e Thomas precisa de uma estratégia bem trabalhada, Rivera é duro, forte e é favorito nesse confronto. Por outro lado, se o brasileiro vencer irá retomar com força o status de carregar uma grande promessa de título para o Brasil na divisão dos galos.

Rafael Natal

O brasileiro também tem um duelo decisivo para seu futuro. Diante de Eryk Anders, Rafael tem tudo para se recuperar das duas derrotas consecutivas que acumulou nas últimas duas lutas. Ele perdeu para dois nomes respeitados, como Robert Whittaker (campeão interino dos médios) e Tim Boetsch. O mineiro, que vive em Nova York há anos, terá uma grande chance contra Anders de recuperar sua força na categoria e se reposicionar no top 15 dos médios.

Alex Cowboy

Um dos brasileiros mais ativos no octógono, Alex Cowboy faz neste sábado sua décima luta no UFC após 28 meses de organização. Sua última derrota aconteceu em fevereiro do ano passado. De lá para cá, ele acumulou três vitórias e uma luta No Contest (“sem resultado”). Diante de Ryan LaFlare, Cowboy terá um desafio considerável devido as qualidades do rival na luta agarrada. Mas com uma estratégia bem montada e uma boa defesa de quedas ele não deve ter dificuldades para vencer o americano, o que representaria a sétima vitória do carioca no octógono após dez lutas. Um triunfo diante de La Flare o garantiria no top 15 da categoria dos meio-médios.

Godofredo Pepey

Potencial talento da categoria dos penas, Godofredo Pepey encara Shane Burgos em busca de uma sequência positiva no UFC. Ele tem quatro vitórias nas últimas cinco lutas, sendo três delas por finalização e uma por nocaute. Pela frente, um rival invicto e perigoso. Essa tem tudo para ser uma das melhores lutas da noite se o estilo de ambos for desenvolvido dentro do cage. No UFC desde 2012, Pepey tem um potencial grande, mas precisa emplacar uma boa sequência de vitórias para conseguir vôos mais altos.

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar