Ganhador.com

Futebol Europeu

Barcelona tenta salvar ano com título da Copa do Rei sobre o Alavés

Foto: Shaun Botterill/Getty Images

Clube caiu na Liga dos Campeões e foi vice do espanhol, mas chega com enorme favoritismo.

O Campeonato Espanhol terminou neste final de semana com o título do Real Madrid, mas ainda tem mais futebol no país. Neste sábado, às 16h30, direto do Vicente Calderón, Barcelona e Alavés decidem a Copa do Rei. O estádio traz boas recordações aos catalães, pois foi lá que o clube faturou duas das suas últimas três taças no torneio.

No entanto, não importa o local, o time de Luis Enrique seria favorito. O técnico que faz sua despedida do comando da equipe conta com um elenco altamente estrelado. Como comparação, somente o trio Neymar, Messi e Suárez, recebe mais que todo o elenco do seu adversário. O reflexo acaba sendo visto dentro de campo, com os três anotando nove gols no torneio.

Além disso, para ser campeão, o Barcelona acredita no seu bom momento. O clube não é superado desde 11 de abril, quando caiu por 3 a 0 para a Juventus. Depois disso, foram sete vitórias e apenas um empate – justamente contra os italianos. Além disso, comandado por seu trio MSN, o clube maltratou as redes do adversário, marcando 28 gols nas oito apresentações.

Mesmo tendo terminado apenas na nona colocação da Liga, o Alavés também vem de um excelente final de ano. Das últimas sete partidas, venceram quatro e empataram três. A última derrota foi em 4 de abril, quando perderam por 1 a 0 para o Espanyol.

   

Barcelona com desfalques

Apesar da maioria das ausências ser de reservas, o Barcelona é o que tem mais problemas para a partida. Dos titulares, Pique e Mascherano são dúvidas, mas Mathieu, Rafinha e Vidal, que costumam entrar nos jogos, estão lesionados e estão de fora. Com isso, o clube deve ir para campo com Ter Stegen, Sergi Roberto, Marlon, Umtiti e Alba; Rakitic, Busquets e Iniesta; Messi, Neymar e Suárez.

Do outro lado, os desfalques são apenas Galilea e Llamas, portanto, a base deve ser a que vinha jogando recentemente, com Pacheco, Kiko, Vigaray, Feddal e Garcia; Camarasa, Llorente, Krsticic e Ibai; Santos e Sobrino.

   

Para salvar o ano

A competição é a grande chance de o Barcelona não se despedir da temporada sem conquistar um título. Nos últimos sete anos, o fato só ocorreu uma única vez, em 2014. Na ocasião, caiu nas quartas de finais da Liga dos Campeões para o Atlético de Madrid, foi vice da Liga Espanhola e perdeu a decisão da Copa do Rei para o Real Madrid. Desta vez, o roteiro tem sido exatamente o mesmo, trocando apenas os vilões.

   

Retrospecto recente

Nesta temporada cada equipe venceu uma partida do confronto, curiosamente quando jogou fora de casa. Porém, obviamente isso não se deve ao equilíbrio, visto que o Barcelona goleou por 6 a 0. Se considerar os demais oito encontros recentes, o domínio fica ainda mais evidente, com os catalães levando a melhor em seis e empatando outras duas partidas.

Um ponto importante é que com exceção destes dois empates, todas as partidas terminaram com no mínimo dois gols. Na Copa do Rei, a média foi ainda maior, com 14 gols nos quatro encontros dos últimos dez anos.

   

Campanhas

Para chegar na final, o Alavés venceu com facilidade o Gimnastic, passou pelo La Coruña com dois empates, pelo Alcorcon e o Celta, com uma vitória e um empate. Do outro lado, os catalães tiveram mais dificuldade. O começo até foi fácil, com direito a 7 a 0 sobre o Hercules, mas quase foi surpreendido nas oitavas pelo Ahtletic Bilbao. O clube foi derrotado em casa por 2 a 1 e só conseguiu avançar com um 3 a 1 fora. Em seguida, a superioridade falou mais alto e ganhou de Real Sociedad e Atlético de Madrid.

   

Barça busca seu 29º título

Maior campeão da Copa do Rei, com 28 conquistas, o Barcelona tenta o tricampeonato seguido da competição. O clube, que esteve na final em outras 12 oportunidades, não sabe o que é perder uma decisão desde 2014, quando caiu por 2 a 1 para o Real Madrid.

Com exceção da dupla madrilena – Real e Atlético, a façanha é ainda maior, não sendo derrotado desde 1986, quando foi superado pelo Zaragoza. Desde então, foram triunfos sobre Real Sociedad, Betis, Mallorca, Athletic Bilbao e Sevilla. Enquanto isso, o Alavés disputa sua primeira final da história.

No torneio, o segundo maior vencedor é o Athletic Bilbao, com 23, mas não levanta a taça desde 1984. O Real Madrid é o terceiro, com 19.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar