Brasileirão Série A

Atlético-MG e Vasco buscam se recuperar no Brasileirão

Foto: Bruno Cantini / Atlético

Bola rola a partir de 19h00 de domingo, no Independência.

Tanto o Atlético-MG quanto o Vasco da Gama foram derrotados no meio de semana. Mesmo atuando no Horto, o Galo foi surpreendido pelo Bahia e perdeu por 2 a 0. A Cruz de Malta foi ao Morumbi e, com um gol sofrido no primeiro minuto, retornou da Terra da Garoa com um revés. Ambos precisam se recuperar para se manterem nas primeiras posições da Série A e espantarem suas crises. Confira abaixo estatísticas, palpites e prognóstico.

 

Palpite

Os dois oponentes vivem momentos bem delicados. As mudanças no departamento de futebol dos dois clubes continuam a todo favor: o Atlético-MG demitiu seu técnico e o Vasco tem atletas pedindo o boné.

Arrisco a dizer que os mineiros têm um elenco muito mais forte que os cariocas. Outra vantagem dos locais é poder contar com o seu torcedor nas arquibancadas.

Mesmo assim, o Galo sofre mais com o nervosismo e a ansiedade, pois faz um papel decepcionante no campeonato. Do outro lado, os da Cidade Maravilhosa estrearam como um fortíssimo candidato ao rebaixamento mas se estabilizaram na zona intermediária. Sendo assim, acho que o Bacalhau poderá segurar o ímpeto atleticano. Prevejo 1 a 1.

 

Histórico

Ao longo da história, Atlético-MG e Vasco da Gama já se encararam 90 vezes. Os cariocas levam vantagem: 38 a 30, com 22 empates.

Considerando apenas embates pela Série A os mineiros invertem o retrospecto: 21 a 18 e 15 igualdades, em 54 duelos.

    

Como chegam para esta partida?

O momento não é bom em nenhum dos dois rivais. Cada um vive uma crise diferente.

A crise do Atlético-MG é técnica. Dentro das quatro linhas, os jogadores não correspondem ao investimento financeiro e à expectativa da torcida sobre este plantel. O Galo está na metade de baixo da classificação da liga e perdeu o jogo de ida das oitavas de final da Taça Libertadores, a competição prioritária.

O presidente Daniel Nepomuceno assumiu a responsabilidade, decidiu agir e demitiu o “professor” Roger Machado, após sete meses de trabalho. O motivo alegado foi a “oscilação em campo”. O nome do próximo treinador continua indefinido.

Na saída de Vespasiano, local do centro de treinamento da agremiação, o ex-funcionário agradeceu a oportunidade de mostrar seu trabalho e lembrou os 63% de aproveitamento obtido.

Os atleticanos tentam segurar Rafael Carioca (foi sondado pelo Tigres UANL) e Marcos Rocha (que interessa ao São Paulo).

Os alvinegros perderam quatro vezes diante de sua torcida. Em todas, o filme se repetiu: defesa deixou brechas no meio, ataque lançou infinitas bolas na área sem sucesso e se desesperou depois de sofrer um gol. O Gigante da Colina já sabe o que tem que fazer para sair de BH com os três pontos.

O Vasco vive um momento conturbado desde os incidentes da peleja contra o Flamengo. São Januário foi interditado por 180 dias. Apesar do time estar bem posicionado na primeira divisão, a rixa entre parte dos vascaínos e o presidente Eurico Miranda continua.

O mandatário declarou que Nenê não será punido. O atacante tem até sábado para entregar a proposta que teria recebido para deixar a Colina Famosa. Quem acertou sua vinda para o Rio de Janeiro é o zagueiro Anderson Martins, que defendia o El Jaish, do Qatar.

Para encarar o Galo, Andrés Rios deve estrear, pois Thalles está suspenso e Luis Fabiano está trabalhando a parte física.

 

As prováveis escalações para o espetáculo de domingo

Confira como devem ser as formações dos dois quadros no domingo.

Atlético-MG: Victor; Marcos Rocha, Bremer, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Rafael Carioca, Elias, Marlone e Cazares; Fred. Técnico: Diogo Giacomini.

Vasco da Gama: Martín Silva; Madson, Paulão, Rafael Marques e Ramon; Jean, Bruno Paulista, Yago Pikachu, Wagner e Escudero; Andrés Rios. Técnico: Milton Mendes.

    

Serviço

Os ingressos para o espetáculo começaram a ser vendidos ontem, tanto online, quanto em bilheterias físicas. Os preços variam entre R$ 30,00 e R$ 120,00 e estão sendo comercializados nos estabelecimentos habituais.

 

Anote na agenda

O fim de semana terá outros nove encontros. Com 20 pontos, nem Atlético-MG, nem Vasco, podem alcançar o G-6. No entanto, quem sair de campo com a derrota poderá deixar o G-12. Para isso não acontecer, eles têm que secar o Bahia contra o Santos, o Coritiba contra o Flamengo, a Chapecoense contra o Vitória e ainda rezar para que Atlético-PR e Ponte Preta somem apenas um ponto.

Confira abaixo a relação de toda a rodada, que irá de sábado a segunda-feira.

No próximo meio de semana, não haverá compromissos pelo Campeonato Brasileiro.

    

16ª Rodada:

Sábado, 22 de julho:

  • 16h00: Vitória x Chapecoense
  • 19h00: Flamengo x Coritiba

Domingo, 23 de julho:

  • 11h00: Santos x Bahia
  • 16h00: Fluminense x Corinthians
  • 16h00: Sport x Palmeiras
  • 16h00: Avaí x Cruzeiro
  • 19h00: Atlético-MG x Vasco da Gama
  • 19h00: Atlético-PR x Ponte Preta
  • 19h00: Atlético-GO x Botafogo

Segunda-feira, 24 de julho:

  • 20h00: São Paulo x Grêmio

    

Classificação:

  1. Corinthians – 37 – Taça Libertadores da América (fase de grupos).
  2. Grêmio – 31 – Taça Libertadores da América (fase de grupos).
  3. Santos – 27 – Taça Libertadores da América (fase de grupos).
  4. Flamengo – 25 – Taça Libertadores da América (fase de grupos).
  5. Sport – 24 – Taça Libertadores da América (fase preliminar).
  6. Palmeiras – 23 – Copa Sul-Americana.
  7. Botafogo – 23 – Copa Sul-Americana.
  8. Cruzeiro – 22 – Copa Sul-Americana.
  9. Fluminense – 21 – Copa Sul-Americana.
  10. Vasco da Gama – 20 – Copa Sul-Americana.
  11. Atlético-MG – 20 – Copa Sul-Americana.
  12. Bahia – 19 – Copa Sul-Americana.
  13. Coritiba – 19
  14. Ponte Preta – 18
  15. Chapecoense – 18
  16. Atlético-PR – 17
  17. São Paulo – 15 – Série B.
  18. Avaí – 14 – Série B.
  19. Vitória – 12 – Série B.
  20. Atlético-GO – 8 – Série B.

     

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.