Ganhador.com

UFC

Anderson Silva aceita desafio e enfrenta Gastelum no UFC Rio

Foto: AP Photo/Felipe Dana

Kelvin Gastelum veio ao Brasil, nocauteou Vitor Belfort na luta principal do UFC Fight Night Fortaleza e, antes mesmo de deixar o país, já acertou sua próxima luta no octógono… E será contra outro ícone do MMA brasileiro: Anderson Silva. Após o triunfo diante do fenômeno, o americano pediu um duelo com o Spider com a justificativa de que queria fazer “lutas grandes”, contra “grandes nomes”. Pedido atendido, desafio aceito e o anúncio foi feito pelo UFC nesta segunda-feira. O confronto acontece no dia 3 de junho, pelo UFC 212, no Rio de Janeiro.
 


Aos 25 anos, Gastelum terá pela frente o quarto adversário consecutivo com mais de 32 anos. Suas últimas vitórias aconteceram contra Johny Hendricks, Tim Kennedy e Vitor Belfort. Todos veteranos do esporte com a carreira em declínio. Anderson Silva vem de vitória no octógono, contra Derek Brunson, pelo UFC 208, mas está longe de ser o Spider que conquistou o mundo.

O duelo é um bom negócio para todos os lados. Para Gastelum é mais uma oportunidade de fazer uma luta não tão ameaçadora que vai alavancar sua popularidade e alçá-lo a uma posição melhor no ranking do UFC; para Anderson Silva, é a chance de “vingar” Belfort e ganhar pontos (não que ele precise) com a torcida brasileira, além de ser um duelo competitivo, contra um jovem em ascensão. Kelvin se tornou o parceiro que Spider precisava para garantir sua presença no evento do Rio de Janeiro. Por fim, para o UFC é um bom negócio o casamento entre Anderson e Brasil. Sempre dá certo, repercute mundialmente e lota arenas. Além do que é uma grande oportunidade de explorar a popularidade de Kelvin, que atualmente está famoso no país como “o cara que aposentou o Belfort”.

Falando sobre a luta, Gastelum sai como favorito na minha opinião. O jovem vem demonstrando evolução a cada luta e está com a confiança elevada. O confronto se torna competitivo se for mantido de pé, na trocação. Suspeito que, embora tenha encarado a trocação de Belfort, contra Spider ele pode optar por colocar a luta para baixo e bater por cima. O que não será tão simples assim, já que a defesa de quedas de Anderson é bem apurada. O americano vive um momento muito melhor na carreira e já mostrou que se sai bem sob a pressão da torcida brasileira. Por outro lado, nas duas vezes que Spider lutou diante do público carioca ele venceu por nocaute. Vale acreditar que o reencontro pode inflamar a motivação do brasileiro.

O UFC 212 só teve três lutas anunciada até agora e já se mostra um evento de primeira. Além de Anderson Silva Vs Kelvin Gastelum, o show conta com a unificação dos títulos dos penas entre José Aldo e Max Holloway e o combate entre Claudia Gadelha e Karolina Kowalkiewicz.

 

Comentários

Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Voltar